Pai, mãe, irmã e primo de traficante preso tinham quase 13 mil papelotes de cocaína

Valor de droga em poder de família de bandido foi calculado em R$ 185 mil
quarta-feira, 27 de fevereiro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Os papelotes no piso do 11 BPM
Os papelotes no piso do 11 BPM

Uma ação da PM nos bairros de Nova Suíça e São Geraldo, nesta terça-feira, 26, levou à prisão quatro pessoas acusadas de envolvimento com o tráfico de drogas. De acordo com a PM, os dois homens, de 58 e 36, e as duas mulheres, de 54 e 26 anos, eram parentes de um traficante que atende pelo apelido de Coringa e que está preso.

Coringa seria o responsável pela distribuição de drogas em algumas localidades, como o loteamento Boa Esperança, mais conhecido como BNH, no município vizinho de Bom Jardim. O grupo era formado pelo pai, mãe, irmã e primo do preso.

Com eles foram apreendidos 12.846 papelotes de cocaína, com valores estimados em R$ 10, R$ 25 e R$ 30, gerando um prejuízo de mais de R$ 185 mil para o tráfico. As drogas estavam escondidas em dois endereços, na Rua Salvador da Rosa Canto, no loteamento Jardim dos Reis, em Nova Suíça, e na Rua Feliciano Costa, em São Geraldo.

A ação foi deflagrada pela PM por volta das 18h. No material apreendido, além dos valores de cada papelote, havia ainda inscrições que fazem referência à facção criminosa Comando Vermelho, as iniciais da cidade de Bom Jardim e a frase “safadão o retorno”.

LEIA MAIS

Com eles foram apreendidas drogas e uma pequena quantia em dinheiro

Acusado de homicídio no Bairro Ypu é preso na Granja Spinelli; pistola é apreendida no Alto do Floresta

Nas ações, dois jovens, de 20 e 25 anos, foram presos com drogas

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Drogas | tráfico