Pai e filho friburguenses campeões de kickboxing em campeonato no Paraná

Além do lugar mais alto do pódio, Gilberto Chermauth Filho conquistou vaga para o Pan de Cancun, em agosto
quinta-feira, 12 de julho de 2018
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
 Os friburguenses fizeram bonito e agora. Próximo compromisso do adolescente agora é o Pan, no México
Os friburguenses fizeram bonito e agora. Próximo compromisso do adolescente agora é o Pan, no México

Nova Friburgo continua a fazer bonito nos ringues. Seja internacional ou nacional, quando tem representante da terrinha vestindo luva, tem que ter o máximo respeito. Na última semana, na 28ª edição Campeonato Brasileiro de Kickboxing, em Maringá-PR, pai e filho foram campeões em suas categorias para adultos e Sub-17, respectivamente. O jovem Gilberto Frossard Chermaut, de 14 anos, participou na categoria de 13 a 15 anos, acima de 69 quilos, em três modalidades: point fight, kick light e light contact. Foram seis lutas totais. No kick light foram três lutas, que renderam a segunda colocação para o jovem.

Já na categoria point fight, com dois confrontos, Gilberto alcançou a primeira colocação. Na categoria light contact, o jovem estava fazendo uma boa luta, mas teve que abandonar a disputa, por conta de uma contusão. Como campeão brasileiro de point fight, o friburguense está classificado para o Panamericano que será realizado em Cancún, no México, do dia 24 ao dia 28 de outubro deste ano.

Gilberto Chermauth, o pai, também fez bonito e trouxe a medalha de campeão na categoria point fight, para Nova Friburgo. “Foi gratificante poder participar desta competição e poder representar a nossa cidade e o estado do Rio de Janeiro. É uma chance de poder divulgar a força do nosso esporte. Fico ainda mais feliz por poder realizar tudo isso ao lado do meu filho que, desde os sete anos, me acompanha nos treinos e é um grande incentivo para eu ainda competir. Acredito que ele poderá alcançar excelentes resultados”, disse Chermauth.

O jovem atleta, da equipe Kickboxing da Serra, iniciou suas participações em campeonatos com apenas 9 anos de idade e após cinco anos já possui um currículo cheio de experiências em diversos campeonatos. Em 2016 consagrou-se campeão no estadual, nas modalidades light contact e point fighting e, no mesmo ano, foi vice-campeão da Copa do Brasil, também na categoria point fight, servindo como seletiva para o Panamericano realizado na cidade de Corrientes, na Argentina. Na 4° edição da Taça Guanabara, realizada este ano, Gilberto saiu campeão nas modalidades point fight e light contact.

“Uma experiência inesquecível na qual pude demonstrar as técnicas ensinadas por meu pai e representar, mais uma vez, a nossa cidade. Fiquei muito feliz em conseguir a classificação para o Pan-Americano, no México. Era meu desejo participar dessa competição”, disse o adolescente.

O estado do Rio de Janeiro foi o terceiro que levou mais atletas para participar do Campeonato Brasileiro de Kickboxing. Com 208 inscritos, o estado conseguiu um bom resultado. Foram 65 medalhas de ouro, 41 de prata e 31 de bronze, conquistando, assim, a premiação por equipes. O esquema de avaliação é semelhante ao que ocorre nas Olimpíadas.

LEIA MAIS

Gilberto Filho competiu na categoria de 13 a 15 anos, com mais de 69 kg

Guilherme Garcia nocauteou seu adversário no segundo round e faturou prêmio em dinheiro

Com mais essa vitória, atleta de 18 anos segue na briga pelo título do ranking

Publicidade
TAGS: UFC