P2 prende acusado de matar o Rafinha da Imperatriz

Homem foi encontrado no Santo André. Pistola que teria sido usada no crime também foi apreendida
quarta-feira, 18 de abril de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
Pistola que teria sido usada no crime foi encontrada com o acusado no Santo André (Foto: 11º BPM)

Policiais militares do Serviço Reservado (P2), do 11º BPM, prenderam nesta terça-feira, 17, o homem acusado de matar a tiros o integrante da comissão de carnaval da escola de samba Imperatriz de Olaria, Rafael Valeriano dos Santos, o Rafinha, de 35 anos, no dia 24 de março, no bairro Olaria, em Nova Friburgo.

O acusado, de 28 anos, já havia sido identificado desde a ocasião do assassinato e estava sendo procurado pela polícia. Ele foi encontrado em uma casa no bairro Santo André, no distrito de Conselheiro Paulino. Os agentes fizeram um cerco no local e o capturaram. De acordo com o PM, ele não resistiu à prisão. Uma jovem, que estava no imóvel, acompanhou a ação.  

No bolso da calça do acusado, os policiais encontraram cinco munições calibre 40 milímetros. O homem ainda entregou à P2 a pistola que, segundo a PM, teria sido usada para matar Rafael. A arma estava com a numeração raspada e carregada com 10 munições. Ele e a jovem foram levados para a 151ª Delegacia de Polícia. A testemunha foi ouvida e liberada e o homem permaneceu preso. Ele estava foragido da cadeia.

A motivação do crime ainda não foi divulgada pela polícia.

O assassinato de Rafael, em plena luz do dia, assustou moradores de Olaria e deixou de luto familiares, amigos e a comunidade da Imperatriz, que levou o título no carnaval de Nova Friburgo este ano. Ele foi morto em frente a um bar, pouco antes das 16h, na esquina das ruas Presidente Sodré e Gustavo Lira, próximo ao Posto de Policiamento Comunitário (PPC) do bairro, na Praça Primeiro de Maio.

Como A VOZ DA SERRA noticiou, o acusado atirou na vítima e efetuou outros disparos a esmo, que atingiram outro homem e um carro que passava na rua. Rafael morreu no local. O homem baleado foi socorrido por um comerciante e levado o Hospital Municipal Raul Sertã. Ele sobreviveu. Já o motorista que estava no veículo alvejado, seguiu em direção ao PPC, onde acionou o policial que estava de plantão. No local do assassinato, houve troca de tiros entre o criminoso e o policial. O agente foi baleado no ombro e o acusado fugiu.

Durante a fuga, o criminoso rendeu um motorista, de 49 anos, no estacionamento do supermercado Bramil, na Rua Vicente Sobrinho, e o obrigou a levá-lo até o Prado, em Conselheiro, onde o acusado do homicídio desembarcou para um destino incerto.

Poucas horas depois, a P2 recebeu a informação de que o acusado estava na casa da namorada no Santo André. No imóvel, os policiais encontraram uma pistola calibre 380, carregada com 17 munições. O acusado, porém, não estava lá. A mulher, de 32 anos, foi conduzida à Delegacia Legal, onde prestou depoimento e foi liberada. A Polícia Civil ouviu testemunhas e estava procurando o acusado.

LEIA MAIS

Grupo é acusado de exigir contratação de empresas sem licitação e de impor a nomeação de indicados para cargos comissionados

Rapaz, de 29 anos, é acusado de participar do assassinato de uma mulher em São Geraldo, por ordem de bandidos

Homem foi assassinado quando a namorada entrou em bar para comprar bebida

Publicidade
Agora Faz
TAGS: crime