Outubro Rosa encerrado com Dia D e abraço coletivo na praça

Participantes dançaram “Zumba Rosa”, foram marcados 60 exames de mamografias e feitos mais de 200 atendimentos de saúde
quarta-feira, 31 de outubro de 2018
por Paula Valviesse (paula@avozdaserra.com.br)

Em um movimento pela conscientização, pela prevenção e em homenagem a todas mulheres que lutam contra o câncer de mama e de colo de útero em Nova Friburgo, homens e mulheres participaram do Dia D, promovido pela prefeitura, na Praça Dermeval Barbosa Moreira, nesta quarta-feira, 31. O evento marcou o final da campanha Outubro Rosa. Além de palestras e orientações, os participantes dançaram com a “Zumba Rosa” e foram feitas marcação de 60 exames de mamografias, a serem realizadas nas unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), e mais de 200 atendimentos de saúde em geral.

A marcação de mamografias de rastreamento foi aberta para mulheres de 50 a 69 anos. Para solicitar o exame era necessário apenas apresentar o documento de identidade e o cartão do Sistema Único de Saúde (SUS). Segundo a Secretaria de Saúde, somente neste mês já tinham sido agendadas 474 mamografias.

Na ação também foram oferecidas orientações sobre alimentação saudável, tabagismo e saúde da mulher. Inclusive, a prevenção do câncer e vários outros assuntos relacionados à saúde da mulher foram tema da palestra ministrada pela educadora em saúde pública Adriana de Carvalho Sabino, que com muita descontração e usando vários exemplos, falou sobre cada um dos métodos contraceptivos disponíveis no mercado e como são utilizados e, com uso de uma pŕotese, ensinou como fazer o autoexame.

O evento foi apoiado por várias secretarias e pelo Horto Municipal, que fez a distribuição de mudas. A universidade Estácio de Sá participou com serviços de aferição de pressão arterial e com as orientações passadas pelo Centro de Referência e Assistência Social (Cras), Associação da Mulher Mastectomizada (Amma) e o projeto Casca de Cebola.

Representando o prefeito Renato Bravo, a primeira-dama Cristina Bravo, destacou a importância das parcerias para a realização das ações do Outubro Rosa, realizadas durante todo o mês da campanha, com iniciativas voltadas para mulheres de todas as idades, e também a necessidade da prevenção para que haja uma diminuição dos casos da doença.

“Realizamos uma série de iniciativas neste mês, com participação de várias gerações de mulheres. Como mulher e como trabalhadora, acho que devemos ter consciência de que somos a maioria do Brasil e que estaremos tendo cada vez mais espaço e mais representação no nosso país. Acredito plenamente na força da mulher, afinal de contas, somos múltiplas, executamos várias atividades e sabemos conduzir e administrar isso tudo: somos trabalhadoras, donas de casa, mães e, como no meu caso, avós. Exercemos vários papéis sempre com sorrisos. Por isso, merecemos esse carinho, essa atenção e homenagens”, celebrou Cristina.

Sobre o fim do mês de campanha, a presidente da Amma deixa um recado: “Infelizmente as pessoas procuram mais as informações sobre o câncer de mama e do colo do útero em outubro, por ser um mês em que o assunto ganha mais ênfase, mas é fundamental que se procure pelos exames o ano inteiro. É necessário prevenir, porque quando detectado no início as chances de cura são muito maiores. Falamos muito do autoexame, mas é preciso ressaltar que também precisamos buscar atendimento médico, não basta só fazer o exame de toque, devemos consultar o ginecologista pelo menos uma vez ao ano”, afirma Maria Helena dos Santos.

Encerrando as atividades do dia, todos os presentes deram as mãos para um abraço coletivo e a realização de um minuto de silêncio em homenagens às mulheres vítimas do câncer de mama e àquelas que estão lutando contra a doença.

 

LEIA MAIS

População quer que futuro governador se comprometa a reiniciar e finalizar projeto

Ação que marcou o início do Dezembro Laranja foi realizada em todo o país

Ação, desta segunda até sexta, marca a semana do Dia Mundial de Luta contra a Aids

Publicidade
TAGS: saúde