Onça nas ruas: moradores têm que manter a calma e não se precipitar

Inea vai orientar população de Japuíba a lidar com esse tipo de situação, já que a região é habitat do felino
terça-feira, 07 de agosto de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
A onça Puma Concolor: ataques a humanos são raros, segundo o Inea

A onça que assustou moradores do distrito de Japuíba, em Cachoeiras de Macacu, na noite da última segunda-feira, 6, não foi mais vista na cidade nesta terça-feira, 7, informou o Instituto Estadual do Ambiente (Inea), que fez uma vistoria na região e está monitorando o felino. “Os ataques a humanos por animais dessa espécie (Puma Concolor) são raros, mas as equipes permanecem de prontidão para agir, caso necessário”, informou o órgão, que foi acionado pela Defesa Civil do município.

Ainda de acordo com o Inea, a região do Parque Estadual dos Três Picos, próximo de onde a onça foi encontrada, faz parte do habitat natural do animal. O órgão declarou que fará atividades de educação ambiental no distrito para orientar a população sobre como agir nesses casos.

Na noite de segunda-feira, a onça foi vista por moradores pulando muros e correndo por uma rua da localidade (foto). Imagens de uma câmera de segurança registrou pessoas fugindo para dentro de uma loja quando o animal passa pela via, pouco antes das 20h. Outro vídeo mostrou o felino pulando um muro. Em nota publicada nas redes sociais, a Prefeitura de Cachoeiras de Macacu solicitou que moradores permanecessem em casa e deixassem as luzes de quintais acesas, como forma de afastar o animal.

“Os moradores devem ter cautela, manter a calma e não se precipitar diante da presença do animal. A qualquer sinal do felino, a Defesa Civil ou o Corpo de Bombeiros podem ser acionados através dos telefones 199 e 193”, disse a prefeitura.

 

Publicidade
TAGS: