Obra moderniza tratamento de água em São Pedro da Serra

Estação tem vazão média de dez mil litros de água por segundo e atende os 2.272 habitantes do distrito
quarta-feira, 05 de julho de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa
As obras na ETA Tapera, em São Pedro (Foto: PMNF)

A concessionária Águas de Nova Friburgo inaugurou na semana passada as obras de modernização da Estação de Tratamento de Água (ETA) Tapera, em São Pedro da Serra. A inauguração ocorreu em meio a festa do padroeiro do distrito, São Pedro. A estação tem vazão média de dez mil litros de água por segundo e vai atender com mais eficiência os 2.272 habitantes do distrito. Segundo a gerente de Operações da Águas de Nova Friburgo (Canf), Danielle Moreira, a ETA Tapera passou por modernização, a exemplo da ETA Santa Margarida, no distrito vizinho de Lumiar. 

 “A ETA compacta começa a operar a partir desta data e a modernização do processo tem o objetivo de melhorar a qualidade e a distribuição de água, principalmente quando chove forte na região”, explicou a gerente. O superintendente da concessionária Águas de Nova Friburgo, João Henrique de Sá, descerrou a placa de inauguração junto ao secretário de meio ambiente, Alexandre Sanglard, do presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Cruz, do presidente da Associação do Moradores de São Pedro da Serra, Assis Martins, e do vereador Naim Pedro (DEM). 


“Embora o Brasil atravesse uma das maiores crises econômicas do país, ao contrário de muitas empresas a Águas de Nova Friburgo continua investindo para melhorar a qualidade de vida da população. Essa é a cultura do Grupo Águas do Brasil”, disse João Henrique de Sá. O secretário de meio ambiente de Nova Friburgo destacou a importância das obras numa região turística de Nova Friburgo. 
“A concessionária está de parabéns ao atender a população e contribuir também para a conservação de uma região de belezas naturais”, lembrou Alexandre Sanglard.

 
Segundo o presidente da Câmara de Vereadores, Alexandre Cruz, a parceria público-privada é importante para a cidade. “Temos que refletir sobre o que queremos para nossa cidade. Temos que ser parceiros e aplaudir o que é correto”, disse o presidente do Legislativo. A água da ETA é captada no Rio Tapera e o processo de tratamento é do tipo convencional, com etapas como: coagulação, floculação, decantação, filtração, desinfecção, pós-alcalinização, fluoretação e desaguamento de lodo. A água produzida e distribuída pela concessionária cumpre rigorosamente as normas, procedimentos, parâmetros, número de amostras e 
frequência exigidas pelaportaria  2914/11 do Ministério da Saúde. 

 

LEIA MAIS

Expectativa é que trabalhos sejam concluídos em até 4 meses

Serviços fazem parte da operação tapa buraco, da Secretaria de Obras, que também realizou troca de manilhas e pavimentação

Intervenções foram feitas para minimizar problemas causados pelas chuvas

Publicidade
Agora Faz
TAGS: Obras