O que fazer com R$ 2,8 milhões em Nova Friburgo?

Listamos curiosidades sobre o que daria para comprar com a bolada que o desconhecido ganhador da Quina ainda não retirou
segunda-feira, 11 de junho de 2018
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Foto de capa

Enquanto fica a curiosidade e a expectativa para saber, afinal, quem é o sortudo (ou a sortuda) que acertou as cinco dezenas do concurso 4.698 da Quina, sorteadas na noite da última quinta-feira, 7, A VOZ DA SERRA fez algumas contas para mostrar ao leitor como daria para viver, hipoteticamente, gastando o prêmio de R$ 2.828.369,33 em programas tipicamente friburguenses.

LEIA TAMBÉM: GANHADOR AINDA NÃO SE APRESENTOU

Quer ter uma ideia? A quantia daria para comer na churrascaria mais famosa da cidade nada menos que 65 mil vezes. Se o felizardo não for egoísta e chamar sempre mais nove amigos para a comilança, os convivas poderiam almoçar ou jantar na churrascaria todos os dias, durante sete anos e meio.

Se, em vez disso, o novo milionário enjoasse de dormir na própria casa, poderia ocupar o melhor quarto, do melhor hotel da cidade, pelos próximos 20 anos e oito meses, tomando café da manhã na cama.

Se preferisse explorar os famosos pontos turísticos de Friburgo, teria dinheiro o bastante para subir o Teleférico 112 mil vezes, o Jardim do Nêgo 186 mil vezes, e o Parque das Furnas, onde fica o Cão Sentado,  nada menos que 280 mil vezes.

Se a pessoa gostar de carros, certamente faltaria espaço para estacionar os 40 veículos zero km, no mínimo, que poderia comprar de uma vez só.

Pegando carona no clima romântico, à luz de velas, que o Dia dos Namorados inspira, os pombinhos poderiam presentear um ao outro 25 mil caixas de bombons refinados de uma das melhores lojas de doces da cidade, ou, então, desfrutar de quatro anos seguidos de noites calientes na melhor suíte do melhor motel da cidade.

No quesito culinária, não faltariam opções: 400 mil pizzas de quatro queijos, gigantes, da mais tradicional pizzaria de Friburgo. Ou 560 mil pastéis da mais famosa pastelaria da cidade. Ou sete mil fondues pelos próximos 77 invernos.

Se gostar de chope a metro, faltaria é fígado para suportar as 140 mil canecas de chope artesanal que poderiam entrar na conta do felizardo.

Já que sonhar não custa nada, brindemos a ele!

 

LEIA MAIS

Ganhador (ou ganhadora) esperou seis dias para sacar seus R$ 2,8 milhões

Novo milionário pode não saber do prêmio, ter perdido o bilhete ou estar adiando apresentação por questões de segurança

O resultado do concurso mexeu com o imaginário dos friburguenses pelo alto valor

Publicidade
TAGS: quina