Natal sem neve: apreendidos mais de 6 quilos de cocaína no Alto de Olaria

Droga foi avaliada em mais de R$ 115 mil. Também foi apreendido o "Kit Roni", equipamento que dá a pistola características de fuzil
terça-feira, 03 de dezembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
A droga apreendida (Foto: 11 BPM)
A droga apreendida (Foto: 11 BPM)

Uma farta quantidade de cocaína foi apreendida na noite da última segunda-feira, 2, pelo Serviço Reservado (P2) do 11º BPM, na Rua Uruguaiana, no bairro Alto de Olaria. A ação ocorreu logo após um suposto gerente do tráfico de drogas da localidade enterrar uma grande carga de cocaína com as inscrições “Feliz Natal”. Na operação também foi apreendido o chamado ‘Kit Roni’, equipamento utilizado na pistola Glock, que dá à arma características de fuzil. O acusado conseguiu fugir.

Segundo o comando do 11º BPM, uma equipe da P2 recebeu a informação de que o gerente do tráfico de drogas do bairro teria camuflado uma grande carga de drogas na localidade conhecida como "Mata do rodo", próximo ao ponto final do ônibus Centro-Alto de Olaria, na Rua Uruguaiana. Chegando ao local indicado na denúncia, os agentes avistaram o acusado saindo da mata. Assim que percebeu a aproximação policial, ele fugiu correndo pela mata e conseguiu despistar os policiais.

Em seguida, os agentes iniciaram buscas pela mata e encontraram a carga de drogas num local onde a terra estava mexida. Foram apreendidos 2.500 sacolés de cocaína com as inscrições “Feliz Natal R$ 10 - C.V.”; 1.350 sacolés com as inscrições “Feliz Natal - R$ 20 C.V. Gelin, Tekin e Maquininha”; 1.054 sacolés com as inscrições “Feliz Natal - R$ 30 -  C.V.” e mais 640 sacolés com as inscrições “Feliz Natal R$ 50 - C.V.” totalizando 5.544 sacolés de cocaína, que juntos pesaram 6,672 quilos da droga. A carga apreendida na operação foi encaminhada à 151ª DP, onde o caso foi registrado.

Outras grandes apreensões

A apreensão de segunda-feira no Alto de Olaria causou um prejuízo de mais de R$ 115 mil ao tráfico de drogas. Tem sido uma constante a atuação do 11º BPM em alguns bairros friburguenses contra o tráfico de drogas. No último dia 20 de novembro, por exemplo, um jovem de 19 anos foi detido numa área de mata do Loteamento Alto do Floresta, distrito de Conselheiro Paulino, com quase mil papelotes de cocaína, que totalizaram 1,275 quilos da droga. A apreensão causou um prejuízo de mais de R$ 18 mil ao tráfico. No dia 29 de outubro um homem de 29 anos foi preso no condomínio Terra Nova, com 548 trouxinhas de maconha e 250 papelotes de cocaína. A carga foi avaliada R$ 12.850.

“Recentemente vínhamos enfrentando uma realidade de confrontos no Alto de Olaria, mas conseguimos prender todas as lideranças. Agora eles estão tentando se rearticular, principalmente financeiramente, com a chegada desse carregamento de drogas. Podemos dizer que apreendemos mais ou menos R$ 300 mil em drogas no último mês. É bastante coisa. Grandes festas e eventos e fim de ano são momentos chave para apreensões como essa. Antes da final da Libertadores, por exemplo, conseguimos apreender um grande carregamento avaliado em cerca de R$ 100 mil”, diz comunicado emitido pelo 11º BPM.

Segundo dados obtidos com exclusividade por A VOZ DA SERRA, em toda a área de cobertura do 11º BPM, que atende a Nova Friburgo e demais municípios vizinhos, de janeiro a novembro deste ano, foram apreendidos 208 quilos de drogas e 206 armas. Nesse mesmo período, 706 pessoas foram presas e 163 adolescentes apreendidos. Todos os casos, segundo a PM, relacionados ao tráfico de drogas. Esse levantamento ainda não contabiliza a apreensão desta segunda-feira, no Alto de Olaria.

“Nova Friburgo é uma cidade tranquila. Mas, infelizmente, alguns elementos vindos de outras cidades, como o Rio de Janeiro, tentam se esconder aqui e impor o terror nas comunidades. Temos trabalhado muito para não deixar isso acontecer. Esses números altos provam isso. Vamos continuar agindo assim para manter a paz e a ordem”, afirmou o comandante do 11º BPM, coronel Paulo Roberto das Neves Júnior.

 

LEIA MAIS

Acusado de homicídio no Bairro Ypu é preso na Granja Spinelli; pistola é apreendida no Alto do Floresta

Nas ações, dois jovens, de 20 e 25 anos, foram presos com drogas

Quatro homens foram presos em dois veículos com carga de cocaína

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: tráfico