Mulher é morta a tiros no Alto de Olaria

Vítima foi baleada por homem em motocicleta na Rua Uruguaiana
sexta-feira, 05 de abril de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Mulher é morta a tiros no Alto de Olaria

Uma mulher foi morta a tiros no Alto de Olaria, em Nova Friburgo, na manhã desta sexta-feira, 5. O crime aconteceu na Rua Uruguaiana. De acordo com testemunhas, os disparos foram feitos por uma pessoa que fugiu em uma motocicleta.

A identidade da mulher ainda não foi revelada. Ela foi atingida por pelo menos três tiros no tórax e morreu no local, segundo o Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar informou que a perícia da Polícia Civil foi acionada. Nenhum suspeito foi encontrado.

Conhecida como Morro da Pedra, a localidade onde ocorreu o homicídio é dominada pelo tráfico de drogas. Na última terça-feira, 2, houve uma troca de tiros entre policiais militares e traficantes na região. Um casal foi preso e três adolescentes apreendidos na ocasião.  

O assassinato é investigado pela 151ª Delegacia de Polícia.

 

LEIA MAIS

Veja ponto a ponto o que entrou em vigor com a nova lei sancionada em dezembro

Em 2019 foram realizadas 53 prisões, número 178% maior que o registrado no ano anterior

Acusado de homicídio no Bairro Ypu é preso na Granja Spinelli; pistola é apreendida no Alto do Floresta

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: crime