Mulher é morta a tiros no Alto de Olaria

Vítima foi baleada por homem em motocicleta na Rua Uruguaiana
sexta-feira, 05 de abril de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Mulher é morta a tiros no Alto de Olaria

Uma mulher foi morta a tiros no Alto de Olaria, em Nova Friburgo, na manhã desta sexta-feira, 5. O crime aconteceu na Rua Uruguaiana. De acordo com testemunhas, os disparos foram feitos por uma pessoa que fugiu em uma motocicleta.

A identidade da mulher ainda não foi revelada. Ela foi atingida por pelo menos três tiros no tórax e morreu no local, segundo o Corpo de Bombeiros. A Polícia Militar informou que a perícia da Polícia Civil foi acionada. Nenhum suspeito foi encontrado.

Conhecida como Morro da Pedra, a localidade onde ocorreu o homicídio é dominada pelo tráfico de drogas. Na última terça-feira, 2, houve uma troca de tiros entre policiais militares e traficantes na região. Um casal foi preso e três adolescentes apreendidos na ocasião.  

O assassinato é investigado pela 151ª Delegacia de Polícia.

 

LEIA MAIS

Nomes das vítimas, do ramo de moda íntima, não foram revelados

Réu Rodrigo Marotti será trazido de presídio no Rio sob esquema especial de segurança; amigos de vítimas planejam manifestação

Veja ponto a ponto o que entrou em vigor com a nova lei sancionada em dezembro

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: crime