Mudança para a Casa do Artesão é celebrada pelos expositores

Pavilhão das Artes passa a ser ponto de referência de produtos confeccionados por artesãos friburguenses
terça-feira, 14 de agosto de 2018
por Paula Valviesse (paula@avozdaserra.com.br)
O epaço com os artigos expostos: opção de compras e de lazer (Fotos: Paula Valviesse)
O epaço com os artigos expostos: opção de compras e de lazer (Fotos: Paula Valviesse)

O segundo final de semana de funcionamento da Casa do Artesão - Pavilhão das Artes de Nova Friburgo reuniu mais de 60 artesãos. O local, que fica no bairro Cônego, abriu as portas antecipadamente no sábado, 4, após passar por adaptações, para receber os expositores da Feira de Artesanato (Fanf), que antes acontecia na Estação Livre, antiga Rodoviária Urbana, no Centro. E a mudança foi recebida com entusiasmo pelos feirantes, que vêem nessa alteração uma forma de consolidar o trabalho artesanal e atrair cada vez mais turistas.

“Está muito boa a recepção das pessoas para a exposição dos nossos trabalhos na Casa do Artesão. No primeiro final de semana tivemos um ônibus de turismo, que aqueceu as vendas, e percebemos que as pessoas estão chegando. Estão presentes no espaço expositores da Fanf, da Economia Solidária (Ecosol) e da Encantos de Nova Friburgo, além dos artesão que já expunham os trabalhos no Pavilhão das Artes. Acreditamos que essa união irá atrair mais consumidores, inclusive estamos todos concentrados em divulgar o espaço”, diz a coordenadora do Pavilhão das Artes, Denise Breder.

A Casa do artesão funciona de quinta-feira a sábado, das 10h às 17h, e aos domingos, das 10h às 16h. E para este domingo, 12, Dia dos Pais, também é uma boa opção de passeio e para aquisição de um presente especial para o paizão: “Esperamos ter um bom movimento neste domingo, por se tratar de uma data especial, estamos prontos para receber as famílias e com muitos produtos bonitos e de qualidade”, afirma a coordenadora.

O local ainda passará por obras, que foram divulgadas pela própria prefeitura. Atualmente, além dos trabalhos artesanais, um restaurante também funciona dentro do Pavilhão. E segundo a coordenadora, em breve será inaugurado um espaço para as cervejas artesanais produzidas no município.

A artesã Ormy Teresinha (foto), que se juntou à Fanf em dezembro do ano passado, já sentiu diferença no movimento: “Apesar da mudança recente, já tivemos aumento nas vendas. E esse espaço também permite que a gente exponha o trabalho de forma permanente. Eu, por exemplo, estarei aqui todos os finais de semana”.

A artesã portuguesa Maria Otília (foto), de 88 anos, radicada em Nova Friburgo há dez, também aprovou a mudança: “O espaço é bem melhor”.

Além do novo endereço, os expositores estão contentes também com a melhor disposição dos estandes, que valorizam a exposição do produtos, por ter mais espaço: “Ganhei uma torre e estou arrumando os produtos confeccionados nela e no espaço ao redor, fica até mais bonita a apresentação, chama mais a atenção das pessoas, dá destaque ao artesanato. Estou com uma expectativa maior neste novo espaço, porque já é um ponto turístico conhecido. Na Estação Livre tínhamos um movimento intenso de pessoas, mas não representava um maior volume de vendas”, conta a artesã Martha Lima (foto), que já está divulgando o espaço nas suas redes sociais e organizando sorteios de brindes, para incentivar os clientes a conhecerem a nova instalação.

Publicidade
TAGS: