Motorista alcoolizado sobe em canteiro, cruza pista e bate em comércio

Conduzido para delegacia, homem não passou no teste de alcoolemia, mas foi liberado sob fiança
segunda-feira, 06 de maio de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Motorista alcoolizado sobe em canteiro, cruza pista e bate em comércio

Na noite do último sábado, 4, um homem de 66 anos foi preso mediante fiança por dirigir alcoolizado e provocar um acidente. Segundo a PM, o motorista seguia sentido Olaria quando perdeu o controle do carro, subiu o canteiro que divide as pistas da Rua Padre Roberto Sabóia de Medeiros, no Centro, e bateu na porta de ferro de um estabelecimento comercial do outro lado da via.

Ninguém ficou ferido no acidente, mas as imagens do motorista atravessando as pistas foram gravadas por câmeras de segurança.

Ele foi conduzido pela PM para a 151ª DP, onde foi solicitado a realização do exame de alcoolemia, que teve resultado positivo. Com o laudo do Instituto Médico Legal (IML) o motorista ficou preso, mas foi liberado mediante fiança.

 

LEIA MAIS

Objetivo é diminuir o número de mortes, atendimentos e internações hospitalares

Acidente aconteceu na RJ-116, em Debossan. Pista operou em sistema de pare e siga por mais de seis horas

Carro e carreta bateram na Avenida Comte Bittencourt, próximo à ponte da Praça do Suspiro

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra