Moradores do Stucky querem de volta ponto de ônibus

Coletivos não param mais no Km 5,5 da RJ-142
quarta-feira, 08 de agosto de 2018
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Foto de capa
Segundo a Faol, o trecho é sinuoso e não tem acostamento (Foto de leitora)

Moradores do Stucky, no distrito de Mury, que utilizam a linha de ônibus 410, Centro-Vargem Alta (via Estrada das Flores) reclamam que os coletivos não estão mais parando para embarque e desembarque no ponto localizado na altura do quilômetro RJ-142, trecho que liga Mury e Lumiar. Outras linhas que passam pela estrada, porém, estariam parando no tal ponto, localizado após uma serraria, segundo alguns moradores da região.

“Os motoristas não param mais no ponto e dizem que é uma ordem da Faol. Estive na empresa e me confirmaram que nenhum ônibus vai parar mais naquele ponto. Como nós moradores vamos fazer? Os pontos mais próximos, antes e depois do quilômetro 5,5 ficam muito longe”, disse a doméstica Rosana Santos.

Além da linha Centro-Vargem Alta, as que ligam o Centro a São Pedro da Serra, Boa Esperança, Stucky, Rio Bonito e Galdinópolis também trafegam pela RJ-142. Estreita e cheia de curvas, a via tem poucos trechos com acostamentos e pontos de iluminação pública, o que torna perigoso o tráfego de veículos e também de pedestres que precisam atravessar as pistas.  

A empresa Friburgo Auto Ônibus (Faol) explicou que a parada dos coletivos para embarque e desembarque de passageiros no quilômetro 5,5 foi desativada no dia 8 de setembro de 2006, depois que um grave acidente ocorreu no local. Na época, uma vistoria da Faol com o Departamento de Estradas de Rodagem do estado (DER-RJ) indicou que era necessário construir um recuo no trecho, o que ainda não ocorreu, 12 anos depois.

“Alguns motoristas param no local, mas oficialmente, não é ponto de parada, devido aos riscos. O trecho fica numa curva”, disse o diretor da Faol, Paulo Valente.

A VOZ DA SERRA entrou em contato com DER-RJ que, por meio de nota, informou que não há previsão de construção de um acostamento naquele trecho. “No quilômetro 5, o órgão instalou um ponto de ônibus no sentido Lumiar. O DER-RJ tem realizado operações tapa buracos, de capina, e limpeza na região. Além de ter recuperado o pavimento na altura do quilômetro 10”, informou o órgão em nota.

LEIA MAIS

Projeto aprovado, que está para ser sancionado, prevê parada até mesmo nos ônibus que operam em linha direta

Ceg Rio prevê fornecimento para mais estabelecimentos da cidade em 2019: hoje só tem um a oferecer o gás, e caro

Espaços, num total de 50 em Friburgo, poderão ser ocupados por qualquer motorista, até 20 minutos e com pisca-alerta ligado

Publicidade
TAGS: Trânsito