Moradores de Lumiar criam placas de conscientização no trânsito

Mutirão é para alertar motoristas que trafegam em alta velocidade e chamar atenção das autoridades para o alto número de acidentes no distrito
sábado, 07 de setembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
O mutirão dos moradores (Fotos de leitor)
O mutirão dos moradores (Fotos de leitor)

Moradores de Lumiar, através de iniciativa da Associação de Moradores e Amigos do distrito (Ama Lumiar), em parceria com a Feira de Agroecologia de Lumiar (Alumiar), promoveram recentemente um protesto criativo. Cerca de 30 adultos e dez crianças realizaram um mutirão de pintura de placas de conscientização ambiental e principalmente com orientação para um trânsito melhor, de modo a alertar os motoristas e chamar a atenção das autoridades para o elevado número de acidentes naquela região que recebe muitos turistas todos os fins de semana e feriadões.

A ação acabou se tornando uma grande diversão para a criançada, que botou a mão na massa e ajudou a confeccionar as placas com mensagens como “Desacelere, você está em Lumiar”; “Devagar”; “Atenção, crianças”; “Jogue o lixo no lixo”; “Jogue sementes aqui”; “Morador civilizado, bairro limpo”; e “Recicle seu lixo”. Todo o material utilizado, como madeiras, pincéis e tintas foi arrecadado através de doações feitas pelos próprios moradores.

De acordo com a turismóloga Luiza Ottoni, diretora da Ama Lumiar, uma nova data será marcada pelos moradores para afixar as placas em diversos pontos, como a esquina do Vale dos Peões, a entrada do Poço Feio, a esquina de acesso à Estrada Serramar, em frente ao campo de futebol, entre outros locais considerados mais críticos pelos moradores do quinto distrito.

Ainda segundo ela, os motoristas costumam abusar da velocidade na RJ-142, no centro de Lumiar e até mesmo nas estradas de terra batida, provocando acidentes e colocando em risco a vida de outros motoristas e pedestres. Ela também reclama da falta de iluminação e pede a instalação de mais quebra-molas.     

“Nós, moradores de Lumiar, estamos nos sentindo ameaçados com a falta de responsabilidade dos motoristas e a falta de sinalização nas pistas e nos poucos quebra-molas existentes, além da iluminação precária, que aumenta ainda mais os riscos”, queixou-se Luiza Ottoni.

“Toda a comunidade concorda que a entrada do Vale dos Peões está um perigo. É um dos trechos mais críticos. É uma curva onde os motoristas sempre passam correndo. Não há iluminação, nem pintura no asfalto. Recentemente um rapaz foi atropelado ali, foi hospitalizado, mas graças a Deus já está bem. É um lugar que merece mais atenção. Tem um mercado e um bar, vive cheio de crianças. Nos fins de semana e nos horários de pico durante a semana o risco aumenta, já que a quantidade de pessoas circulando ali é grande”, alerta a diretora da Ama Lumiar.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: