Moradores da Rua Raul Veiga, em Olaria, cobram solução para cratera

Prefeitura informou que realiza as intervenções necessárias
terça-feira, 14 de janeiro de 2020
por Guilherme Alt (guilherme@avozdaserra.com.br)
Moradores da Rua Raul Veiga, em Olaria, cobram solução para cratera

“Será que agora vai?”, disse um morador da Rua Raul Veiga, em Olaria, ao avistar o carro da reportagem de A VOZ DA SERRA. A pergunta irônica carrega, também, a esperança de que a ida da nossa equipe ao local pudesse exercer alguma pressão no poder público.

O morador cobra da Prefeitura uma resposta para solucionar o buraco causado pelas fortes chuvas do dia 22 de dezembro, responsável por afundar boa parte da via. A rua, desde então, está interditada.

A dona de uma confecção calcula um enorme prejuízo. Tanto que está em vias de fechar as portas do empreendimento. “Os meus compradores não estão vindo, não consigo mais produzir as peças e nem vendê-las”, lamentou a empresária.

O morador fez duras críticas à prefeitra, afirmando que não vê funcionários trabalhando no local há dias. “Hoje mesmo (segunda-feira, 13) veio uma equipe da prefeitura, eles olharam o buraco e depois foram embora. Não vejo movimentação na rua para iniciar o trabalho de conserto desse buraco”.

O que diz a prefeitura

Em nota, a Prefeitura de Nova Friburgo, através da subprefeitura de Olaria, está realizando todas as intervenções necessárias para resolver o problema da Raul Veiga. A limpeza e desobstrução das galerias já foram efetuadas. Porém por causa das fortes chuvas houve uma breve interrupção foi necessária no serviço. Hoje uma equipe retornou ao local e iniciou a colocação dos novos anéis que farão a coleta da água. Essa caixa de passagem solucionará o vazamento detectado.  A subprefeitura de Olaria informa também que está atuando com apoio e conhecimentos dos moradores. Voltamos a destacar ainda que todas as pessoas que tiveram situação de desalojadas, foram atendidas pela prefeitura de Nova Friburgo, através da Secretaria de Assistência Social, foram cadastradas, e estão sendo monitoradas de acordo com seu território.

 

LEIA MAIS

MPF de Nova Friburgo requer que os governos do Estado do Rio e federal concluam o projeto

Trechos de rodovias que dependem do poder público sofrem com má-conservação e descaso

Estimativa é de R$ 99.781,49 para a aquisição de 24 armários, seis cadeiras para camarim e outras 156 estofadas, entre outros

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obra | Protesto