Morador de rua acende fogueira para se aquecer em plena avenida

Cena inusitada é provocada pelo frio rigoroso. Temperaturas devem continuar baixas pelo menos até terça
sexta-feira, 19 de julho de 2019
por Jornal A Voz da Serra
A fogueira em brasa ao lado do morador em situação de vulnerabilidade (Foto: Henrique Pinheiro)
A fogueira em brasa ao lado do morador em situação de vulnerabilidade (Foto: Henrique Pinheiro)

Cena de uma manhã fria de inverno em Nova Friburgo nesta sexta-feira, 19: um morador em situação de rua se prepara para dormir sob um banco de cimento na Avenida Comte Bittencourt. Antes de se deitar, e para se aquecer, acende uma pequena fogueira improvisada com galhos de árvores e folhas secas. 

Segundo o Climatempo, as temperaturas permanecerão baixas pelo menos até a próxima terça-feira, 23. 

Fogueiras acesas com esse objetivo tem sido um expediente comum - e perigoso, devido ao risco de provocar incêndios - adotado pela população de rua friburguense para se proteger do frio. Durante uma ronda no fim de semana retrasado por vários bairros da cidade, a fim de entregar cobertores doados a pessoas em situação de vulnerabilidade, voluntários da Cruz Vermelha encontraram pessoas dormindo embaixo de marquises, sobre jornais e papelão. No distrito de Conselheiro Paulino, um grupo de moradores de rua ocupava barracas de plástico às margens do Rio Bengalas, onde improvisaram uma fogueira para se aquecerem (foto abaixo).

Segundo a Secretaria Municipal de Assistência Social, a cidade tem hoje 20 pessoas em situação de rua, a maioria com algum tipo de dependência química. Ainda segundo a nota, regularmente são feitas abordagens sociais pela cidade e, durante essas diligências, foi identificado que “todas as pessoas que estão em situação de rua possuem residência fixa e são sempre orientadas a retornarem aos seus lares”. A maioria, diz a pasta, resiste a qualquer tipo de ajuda.

No último dia 6 a secretaria abriu um ponto de apoio em Duas Pedras (foto abaixo) para acolher essas pessoas e oferecer um local digno para elas passarem as noites. A iniciativa vai durar enquanto o frio for demasiado.

De acordo com a secretária da pasta, Cláudia Mara, os moradores em situação de rua foram convidados pelas equipes do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (Creas) a passarem as noites no espaço, onde podem tomar banho quente e dormir com cobertores e colchonetes, além de se alimentarem com comidas e bebidas quentes.

Pessoas interessadas em ajudar com doações devem ir até o Creas, que fica na Rua Carlos Magno, 5, (próximo ao Hospital Municipal Raul Sertã), e procurar a coordenadora Gisele Saioron. As maiores necessidades são roupas de frio masculinas, cobertores, toucas e toalhas de banho.

 

 

LEIA MAIS

Em Friburgo temperaturas devem variar enhtre 10 e 18 graus durante a semana

Na sexta e no sábado sistema de alta pressão deve voltar a influenciar o tempo: sol deve reaparecer entre nuvens

Ventania assusta friburguenses na tarde desta terça, mas não provoca danos

Publicidade