Mês da Consciência Negra tem programação especial em Friburgo

Atividades são promovidas pelo Centro Cultural Afro-Brasileiro e Colônia Pan-Africana
quinta-feira, 07 de novembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Zumbi dos Palmares (Reprodução da web)
Zumbi dos Palmares (Reprodução da web)

Em comemoração ao mês da Consciência Negra, o Centro Cultural Afro Brasileiro Ysun-Okê e a Colônia Pan-Africana de Nova Friburgo, com apoio da Associação das Colônias do município (Ascofri), estão promovendo uma série de atividades alusivas ao Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, feriado estadual.  

Nesta quinta-feira, 7, foi promovida uma roda de conversa no núcleo da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) com o tema "O racismo estrutural e institucional" com Margareth Ferreira, presidente do Movimento Negro de Cabo Frio. No próximo dia 19, na sala Pan-Africana, na Praça das Colônias, no Suspiro, haverá exposição de trabalhos artísticos de Raquel Nader e conversa sobre questões étnico-raciais, a partir das 19h.

No dia 20, Dia da Consciência Negra, será realizada na Praça das Colônias a tradicional cerimônia de hasteamento da bandeira Pan-Africana, a partir das 10h com oficina de bonecas com Maria Luiza e a participação dos alunos do Colégio Municipal Padre Rafael, apresentação de dança afro-brasileira com a Cia. Flor de Liz e da banda sinfônica Euterpe Friburguense. Para este dia também estão sendo programadas atividades na quadra da escola de samba Imperatriz de Olaria.  

O dia da Consciência Negra

O Dia Nacional de Zumbi dos Palmares e da Consciência Negra, comemorado em 20 de novembro, foi instituído oficialmente pela lei estadual 12.519 em 2011. A data reverencia o legado de Zumbi, que foi líder do Quilombo dos Palmares e morto em 1695 por bandeirantes liderados por Domingos Jorge Velho. Dessa forma, a data celebra e relembra a luta dos negros no Brasil.

 

Publicidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: