Menina relata abusos em casa a diretora de escola

Polícia Civil também investiga padrasto que teria queimado enteada com colher quente
segunda-feira, 02 de outubro de 2017
por Jornal A Voz da Serra
Foto de capa

Uma menina de 10 anos contou para a diretora de uma escola municipal em Conselheiro Paulino que sofreu abusos sexuais do ex-padrasto. O caso veio à tona na última semana, depois que a direção da unidade, em Nova Friburgo, acionou a PM e o Conselho Tutelar. A denúncia é investigada pela Delegacia Especializada no Atendimento à Mulher (Deam).

“Ela contou que o homem passava a mão no corpo dela. Não teria havido consumação sexual. A vítima foi encaminhada para exame psicológico no Projeto Arca (Atenção e Respeito à Criança e ao Adolescente). O laudo pode confirmar a violência”, disse Danielle de Barros, delegada titular da Deam.

O suspeito foi ouvido na última quinta-feira, 31, e negou os abusos. Disse que a denúncia era descabida. Segundo Danielle, ele não mantém mais relação com a mãe da menina. O homem pode responder por abuso de vulnerável. A criança está sendo acompanhada pelo Conselho Tutelar e continua indo às aulas.

Na tarde deste domingo, 1º, o padrasto de outra menina, de 9 anos, foi detido por policiais militares, acusado de queimar a perna da criança com uma colher quente. Ele foi encontrado em casa, também no distrito de Conselheiro Paulino, depois de uma denúncia. O Conselho Tutelar acompanha o caso.

Na Deam, o homem, de 35 anos, não quis comentar o assunto. Ele falou que só vai se pronunciar em juízo. De acordo com Danielle, a menina passou por exame de corpo de delito no Instituto Médico-Legal (IML) e, em seguida, foi encaminhada para tratamento da queimadura no Hospital Raul Sertã.

Somente a avó materna da criança foi ouvida no domingo. A mãe deve prestar depoimento esta semana. Ela está grávida do suspeito. Enquanto aguarda o resultado do exame, a delegada disse que pediu uma medida protetiva para a criança. O padrasto terá que sair de casa e não poderá se aproximar da vítima. Ele deve responder por lesão corporal e maus-tratos.

 

LEIA MAIS

Evento reuniu estudantes graduados à distância, professores e suas famílias no Ciep da Via Expressa

Polo integrado por universidades públicas tem hoje em Friburgo cerca de 1.800 alunos matriculados em seis cursos de graduação

Prova será aplicada em 16 de setembro e incluirá questões baseadas no livro “O Alienista”, de Machado de Assis

Publicidade
TAGS: Educação