Lixo às margens do Rio Santo Antônio impressiona moradores

Leitores denunciam descarte irregular próximo à Igreja de São Bento Abade
segunda-feira, 12 de agosto de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Lixo às margens do Rio Santo Antônio impressiona moradores

 Plástico, papelão, restos de alimentos… A quantidade lixo jogada às margens do Rio Santo Antônio impressiona quem passa pela travessia ao lado da Igreja de São Bento Abade, no Centro, que liga a Avenida Campesina Friburguense à Rua Coronel Zamith. O lixo estaria sendo descartado por moradores de rua. 

“Povo sem consciência. Um absurdo jogar tanto lixo à beira do rio. Daqui pouco isso esse espaço se tornará um lixão à céu aberto, tamanho o abandono”, disse Márcia da Silva Alves, moradora do Perissê ao enviar fotos do local para o WhatsApp de A VOZ DA SERRA (22) 99213-9995.

Em julho, a reportagem de A VOZ DA SERRA esteve no local e registrou que moradores de rua têm ocupado a travessia. Eles teriam ainda, segundo os moradores, retirado varetas da grade de proteção para acessar às margens do rio. Há lixo em todo o trecho da Avenida Campesina que margeia o Santo Antônio.

O abandono também é visto no banheiro público localizado na Rua Coronel Zamith, embaixo do viaduto Geremias de Mattos Fontes. Conforme mostrou o jornal em julho. A quantidade de lixo impressiona. A Prefeitura de Nova Friburgo informou que o local será cedido para uma ONG. 

 

LEIA MAIS

Lei sancionada nesta quinta pelo prefeito Renato Bravo vale também para casas noturnas e eventos públicos

Trecho TransCaledônia, de Lumiar a Teresópolis, compõe o Caminho da Mata Atlântica, que vai desde Madalena até Aparados da Serra (RS)

Dia Mundial da Limpeza, no sábado, mobilizou milhares de pessoas em cidades mundo afora

Publicidade