Ligação direta entre Debossan e Cascatinha pode sair do papel

Desapropriação recente e estudo de compensação ambiental abrem caminho para que obra seja licitada em breve
segunda-feira, 07 de março de 2016
por Márcio Madeira
Foto de capa
(Fotos: Henrique Pinheiro e Marcio Madeira)

A ligação rodoviária direta entre os bairros Debossan e Cascatinha/Sítio São Luiz através da Estrada do Garrafão está mais próxima de virar realidade. Um acordo recente envolvendo a Prefeitura e os responsáveis por um terreno particular localizado justamente no meio do percurso tornou possível a realização da obra, cujo projeto encontra-se na fase de estudo de compensação ambiental.

De acordo com o secretário da Casa Civil, Edson Lisboa, o terreno que impedia a concretização da estrada foi recentemente desapropriado, através de um acordo que envolveu também a quitação de dívidas relativas a impostos municipais. Agora, sem obstáculos desta natureza entre os dois extremos do percurso, o governo espera cumprir todas as exigências necessárias à abertura de licitação para que o caminho seja adaptado ao tráfego de veículos, oferecendo uma alternativa ao longo trajeto através do Paissandu.

Questão ambiental

Um dos aspectos mais complexos em relação à obra diz respeito a seus impactos ambientais. Localizada no meio de um verdadeiro santuário natural, a Estrada do Garrafão reúne todas as características para aumentar as terríveis estatísticas envolvendo atropelamentos de animais silvestres em Nova Friburgo, caso venha a ser construída nos moldes ambientalmente omissos que se tornaram padrão em praticamente todo o território nacional.

Por isso, além de providenciar o inventário de todas as espécies vegetais que precisariam ser replantadas, é de se esperar que o governo inclua também nas especificações do projeto as devidas proteções e passagens seguras para a travessia dos animais. Da mesma forma, é importante que sejam tomadas as devidas providências para proteger o local da especulação imobiliária, que já se faz notar através de placas de anúncios de venda fixados em árvores bem no meio da mata.

Oportunidade

A reportagem de A VOZ DA SERRA percorreu o caminho entre as localidades de Cascatinha e Debossan na última quinta-feira, 3, e constatou que a maioria dos moradores nas proximidades se mostram favoráveis à construção da estrada, ao mesmo tempo em que pedem o asfaltamento das áreas já abertas ao tráfego de veículos.

O governo, portanto, parece estar diante de uma boa oportunidade para dar início a um novo padrão de estradas municipais ecologicamente conscientes, estabelecendo um exemplo de respeito à natureza a ser seguido pelas administrações futuras.

LEIA MAIS

Dos 21 vereadores, 19 assinam texto que altera lei dos taxistas contra startup, que esteve mês passado na cidade para arregimentar motoristas

Projeto de lei prevê retorno dos cobradores em Friburgo. Para a nova direção da Faol, proposta é "um retrocesso”

Representantes da startup arregimentam motoristas na cidade e buscam parcerias com empresários locais

  • Este terreno, no meio do caminho, impedia a criação da estrada. A recente desapropriação, no entanto, permitiu a ligação entre os dois bairros

    Este terreno, no meio do caminho, impedia a criação da estrada. A recente desapropriação, no entanto, permitiu a ligação entre os dois bairros

  • Alguns trechos do percurso vêm sendo utilizados para o descarte de entulhos e automóveis

    Alguns trechos do percurso vêm sendo utilizados para o descarte de entulhos e automóveis

  • A fauna local impressiona e demanda medidas de proteção

    A fauna local impressiona e demanda medidas de proteção

Publicidade
Agora Faz