Liga Nova Friburgo de Desportos elege nova diretoria

Eleições deram vitória à chapa única encabeçada por José Geraldo Heringer
quarta-feira, 06 de fevereiro de 2019
por Vinicius Gastin
Eleições foram realizadas na última semana e definiram Geraldo Heringer como presidente da Liga
Eleições foram realizadas na última semana e definiram Geraldo Heringer como presidente da Liga

A Liga Nova Friburgo de Desportos, criada para movimentar novamente o cenário esportivo municipal, terá nova diretoria a partir da próxima semana. As eleições realizadas no final da última semana definiram a vitória da chapa única, intitulada Azul, e encabeçada por José Geraldo Heringer, conhecido pelo trabalho que realiza há anos à frente do Vargem Alta Futebol Clube. Entusiasta do futebol amador municipal, passa a comandar a entidade com os desafios de manter os avanços conquistados e buscar novos caminhos que possam fortalecer ainda mais a Liga no quadriênio 2019-2022.

Leonardo Féu será o novo vice presidente, enquanto Gutierez Heringer assume o cargo de secretário. A nova diretoria terá ainda Mário Bruno Santos como tesoureiro. Os novos responsáveis pela Liga Nova Friburgo de Desportos assumem, oficialmente, na próxima segunda-feira, 11, e sucedem a primeira direção da história da entidade, que teve Luciano Faria como presidente. “Em nome da agora antiga diretoria desejo uma excelente gestão aos novos diretores e desde já nos colocamos a disposição para ajudar no que for necessário”, resume Jailson Silveira, vice-presidente na gestão de Luciano.

A história da Liga

Depois de quase uma década afastado dos torneios amadores promovidos pela Ferj, Nova Friburgo voltou a participar das competições nos últimos anos, desde a finalização do processo de formalização e reconhecimento de uma nova entidade pela federação, a Liga Nova Friburgo de Desportos.

“A Liga Nova Friburgo de Desportos completou quatro anos, e o nosso trabalho é fomentar o esporte, mas especialmente o futebol de base no nosso município. Nós temos um calendário, que começou no início do ano passado com o sub-17 e depois participamos do campeonato de seleções desta mesma categoria. Fizemos o sub-11 e sub-13, depois o sub-15 e sub-20, respeitando o calendário. Os jogos são bem disputados, as famílias comparecem para apoiar os filhos e nós temos bons públicos”, destaca Heringer.

Ao filiar-se à Ferj, a Liga também pode federar os atletas, fazendo com que os clubes formadores recebam um percentual de possíveis transferências de jogadores para outros clubes. O repasse é feito pela Federação do Rio em caso de negociação com clubes do estado, pela CBF em caso de transferência para clubes de fora do estado e pela Fifa nos casos de negociações internacionais.

Em 2016 foi aprovada pela Câmara de Vereadores a lei que torna a Liga Nova Friburgo de Desportos uma instituição de utilidade pública municipal. Desta forma, a entidade passou a ser incluída na Lei Municipal de Subvenções, tendo assim, em tese, direito a receber um determinado valor para o custeio de suas despesas. No entanto, esses recursos ainda não foram repassados.

“Fazemos essas competições praticamente sem apoio. Do Poder Executivo nós não temos nada. Infelizmente, há uma lei de subvenção, mas a prefeitura não vem nos contemplando com essa ajuda. Sempre temos que recorrer aos clubes, que pagam uma taxa, mas eles também passam pelas suas dificuldades. Dentro das limitações, temos conseguido fazer um calendário, especialmente para as crianças”, disse.

2018 foi movimentado

Após a consolidação e com o planejamento feito com antecedência, a Liga Nova Friburgo de Desportos (LNFD) passou a adotar um calendário prévio de competições. Além do campeonato sub-17 de seleções, que pela quarta vez contou com a participação do time de Nova Friburgo, a entidade participou de competição entre as Ligas da Região Serrana, o Intermunicipal Sub-15.

Além das novidades, como a participação do Unidos do Alto como representante de Nova Friburgo no Campeonato Estadual entre Ligas, outras competições que já se tornaram tradicionais fizeram o calendário esportivo durante o ano passado. O campeonato de futsal masculino, por exemplo, aconteceu no início do ano e envolveu diversas categorias, movimentando dezenas de jovens atletas do município.

Praticamente no mesmo período aconteceu o campeonato municipal de futebol amador masculino, nas categorias sub-15 e sub-17, e já na metade final do ano, nas categorias o sub-11 e sub-13. As equipes sub-20, por sua vez, devem disputar o torneio nos meses finais de 2018, com o Unidos do Alto sagrando-se campeão.

Já tradicional no calendário esportivo de Nova Friburgo, a Supercopa SAF de Futebol Amador teve uma edição diferenciada para 2018, por conta das comemorações pelos 200 anos de Nova Friburgo. Considerado o principal campeonato da modalidade no município, a Supercopa aconteceu em maio e junho, reunindo campeões de bairros, distritos e alguns dos principais clubes do futebol amador friburguense.

 “Quem trabalha com escolinha e nos clubes, sabe que há muitos anos não havia um Campeonato Municipal. Conseguir retomar essas competições nos últimos três anos é motivo de bastante alegria. Ainda não tem muitos clubes porque eles também passam por dificuldades financeiras para arcar com as despesas de um campeonato. Mas ficamos satisfeitos, depois de tantos anos perdidos, por ter retomado essas competições nos últimos anos, com vários clubes da cidade”, observou Luciano Faria.

LEIA MAIS

Equipe de Conselheiro herdou vaga na final e bateu o Tricolor da Serra por 3 a 0

Na Copa Master, Ort Fazenda bate o Stucky e fatura o bi

Sérgio Gomes anuncia aposentadoria: ele vai trabalhar na comissão técnica, como auxiliar de Cadão

Publicidade
TAGS: futebol