Lançamento de bombas de sementes no Caledônia é novamente adiado

Previsão de ventos com chegada de frente fria no fim de semana frustra planos de organizadores. Nova tentativa será feita no sábado 28
sexta-feira, 20 de outubro de 2017
por Adriana Oliveira
Foto de capa
Voo de parapente no Caledônia (Arquivo AVS)

Pela segunda vez, o lançamento de bombas de sementes por parapentes para reflorestar o Caledônia será adiado por causa da mudança do tempo. A ação estava marcada para este sábado, 21, depois de ser adiada do dia 14. No entanto, segundo a organizadora do evento, a EcoModas, o intituto de meteorologia Climatempo prevê pancadas de chuvas justamente na tarde de sábado, o que implicaria riscos para os 25 pilotos inscritos.

"Por conta da térmica, a parte da manhã também não é propícia, pois a temperatura instável pode levar o parapente a não abrir corretamente durante o voo", explicou Alex Santos.

Para garantir a segurança total dos envolvidos, a equipe da organização e o Clube Caledônia de Voo Livre decidiram adiar o lançamento das bombas ecológicas da EcoModas para o próximo sábado, 28.

No início de junho, marcando a Semana do Meio Ambiente, 1.500 bombas ecológicas já tinham sido lançadas, pelas mãos de crianças de escolas municipais, das cadeirinhas do Teleférico, sobre uma área do Morro da Cruz que estava desmatada  desde a tragédia de 2011. No entanto, a queimada que começou na noite da quinta-feira da semana passada, 12, teve início justamente na encosta do replantio, carbonizando as mudas, que já estavam com quatro meses de vida.

A ideia agora do projeto EcoModas é aproveitar o excedente produzido pelos alunos para o Caledônia - foram confeccionadas cinco mil bombas - e lançar as sementes sobre o Teleférico também. Serão mil bombas no Caledônia e quatro mil no Teleférico, sendo que uma campanha convocará a população a ajudar a produzir ainda mais artefatos com sementes para o reflorestamento das áreas afetadas por queimadas nos últimos dias.  As oficinas de confecção das bombas acontecerão no Viveiro Educandário, no Parque Municipal Juarez Frotté, no Cascatinha, em data a ser definida. O lançamento será feito assim que o tempo de chuvas chegar.

As sementes são confeccionadas em parceria com as secretarias de Educação e Meio Ambiente. Participam 1.300 crianças de nove escolas  municipais,  segundo  Alex.

Sementes de Ipê são recolhidas de graça

Outra iniciativa da EcoModas é a campanha de doação de sementes de ipê para ações de preservação ambiental da Mata Atlântica, incluindo a das bombas sobre o Teleférico. Quem tiver sementes de ipê em casa e não souber o que fazer com elas, pode chamar que um motoboy da Entrelog, empresa parceira no projeto, vai buscar gratuitamente, em alguns bairros de Nova Friburgo. A campanha vai até 20 de novembro.

Segundo Alex, as sementes de ipês dão em vagens amarronzadas que aparecem logo após a sua floração. Quando a vagem começa a secar, ela se abre ainda presa na árvore e o vento dispersa as sementes, que são muito leves. Uma única vagem chega a produzir mais de cem sementes. Basta juntá- las numa sacola de papel ou plástico e indicar na embalagem a data e o local da coleta.

 

LEIA MAIS

Friburguense planeja finalizar sozinho, ainda neste sábado, coleta de todas as garrafas de vidro deixadas no local

Via foi aberta em área de Mata Atlântica entre Nova Friburgo e Bom Jardim para criação de cavalos e produção agrícola

Animal estava sem ferimentos, foi resgatado pelo Ibama e devolvido à mata

Publicidade
Agora Faz