Jovem de 19 anos é presa por tráfico de drogas no Alto de Olaria

Com ela foram apreendidos 31 sacolés de maconha e mais de 160 papelotes de cocaína
quinta-feira, 28 de novembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
O material apreendido (Foto: 11 BPM)
O material apreendido (Foto: 11 BPM)

Uma jovem de 19 anos foi presa acusada de tráfico de drogas nesta quarta-feira, 27, na Rua Xingu, no Alto de Olaria. A ação foi realizada pelo Grupo de Ações Táticas (GAT) e resultou na apreensão de farta quantidade de maconha e cocaína.

Segundo informações passadas pelo comando do 11º BPM, uma denúncia anônima informava sobre a presença de traficantes armados na referida rua. Chegando ao local, os PMs observaram de longe a movimentação de seis suspeitos em um escadão, dentre eles dois que estavam armados. Junto com eles também havia uma jovem em uma laje com a função de avisar sobre a chegada da polícia.

Quando os policiais militares iniciaram a abordagem, os suspeitos fugiram correndo, no entanto, a mulher foi alcançada e, com ela, foram apreendidos 31 sacolés de maconha, 75 papelotes de cocaína de R$ 30, 73 papelotes de cocaína de R$ 10, 17 papelotes de cocaína de R$ 20 e mais três papelotes de cocaína de R$ 50.

O material apreendido foi encaminhado à 151ª DP, onde o caso foi registrado. Na delegacia, também foi constatado que a acusada já possuía quatro anotações criminais. Ela permaneceu presa acusada de tráfico de drogas, aguardando transferência para um presídio na capital.

 

LEIA MAIS

Com rapaz de 23 anos foram apreendidas drogas, armas e munição

Entre sexta e segunda, policiais do 11º BPM agiram em vários casos, apreendendo drogas

Fato ocorreu após denúncias anônimas de que bandidos do Morro do Turano, na Tijuca, estariam gerenciando o tráfico na localidade

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: tráfico