Johnny Maycon é o presidente da CPI da alimentação hospitalar

Sem a presença de Carlinhos do Kiko, votação precisou ser desempatada pelo vereador Zezinho do Caminhão, que presidiu a sessão
segunda-feira, 08 de outubro de 2018
por Marcio Madeira (marcio@avozdaserra.com.br)
 O verador Johnny Maycon foi eleito o presidente da CPI em sessão ontem à tarde na Câmara (Fotos: Marcio Madeira)
O verador Johnny Maycon foi eleito o presidente da CPI em sessão ontem à tarde na Câmara (Fotos: Marcio Madeira)

A primeira reunião da CPI que investiga a sequência de quatro contratos emergenciais para fornecimento de alimentação hospitalar à rede pública municipal de Saúde em Nova Friburgo foi curta, mas cheia de reviravoltas. Após uma breve apresentação feita pelo vereador Zezinho do Caminhão, que presidiu o encontro por ser o relator e também o parlamentar de maior idade entre os integrantes da CPI, foram detalhados os fatos determinados para a investigação. Na ocasião, Zezinho prometeu à imprensa que todas as reuniões serão abertas, exceto aquelas nas quais sejam tratados temas em que o sigilo seja necessário à investigação, deu-se início à votação para determinar qual dos membros irá presidir a comissão.

Naquela altura já haviam se passado 45 minutos desde o horário agendado para o início da reunião, mas o vereador Carlinhos do Kiko, que dias atrás sofreu um acidente e feriu uma das pernas, ainda não havia chegado. Sua ausência acabaria sendo determinante para os rumos da votação. De imediato o vereador Zezinho - propôs que Johnny Maycon, que não integra a base governista, ocupasse a presidência. O vereador Alcir Fonseca, no entanto, indicou a vereadora Vanderléia Lima, que logo em seguida surpreendeu aos presentes ao declarar que seu lugar na comissão será ocupado pelo vereador Marcio Damazio, que havia sido a indicação original do DEM, mas não havia aceitado de imediato por estar em campanha disputando o cargo de deputado estadual.

A partir desta declaração o vereador Zezinho do Caminhão entendeu que a vereadora estaria impedida de votar, mas logo recebeu a orientação jurídica de que ela deveria sim manifestar sua posição. Deste modo tanto Vanderléia quanto Johnny Maycon receberam dois votos cada um, e como Carlinhos ainda não havia chegado, coube a Zezinho desempatar em favor de Johnny Maycon. Deste modo, o cenário da comissão parece estar bastante equilibrado, na medida em que a base governista tem a maioria dos membros, mas a oposição tem a presidência e a relatoria.

“Vamos buscar o máximo de transparência possível”, declarou o vereador Johnny Maycon, logo após ser confirmado como presidente da CPI. “Vamos convocar uma reunião com os integrantes da comissão, e nesta ocasião já vamos relacionar alguns documentos que serão solicitados à Prefeitura de Nova Friburgo. Além disso, vamos juntos criar um cronograma de ações, e esse cronograma vai ser amplamente divulgado para a imprensa, a população, e todos aqueles que queiram acompanhar o passo a passo dos trabalhos. Eu sei que existe uma preocupação muito grande sempre que surge uma CPI, muitas pessoas dizem que vai ‘terminar em pizza’, mas eu posso afirmar de forma convicta que não será o caso. A gente vai agir de forma imparcial, justa, e se a gente encontrar ilegalidades e identificar culpados ou responsáveis, os mesmos responderão por seus atos em consonância com a legislação vigente. O que queremos é que os fatos sejam esclarecidos e a população possa ter o conforto de que, no caso de ter havido prática ilegal ou favorecimento de empresa, cada um desses agentes seja punido”, disse Johnny. A data da próxima reunião ainda não foi divulgada.

LEIA MAIS

Grupo de maioria da bancada governista se reúne para a primeira decisão da comissão

Imunização é recomendada para meninas de 9 a 14 anos e meninos dos 11 aos 14

Vereador Zezinho do Caminhão comenta as pretensões do trabalho da comissão, que inicia investigações esta semana

Publicidade
TAGS: CPI | saúde