Incêndio atinge barracão de bloco na Vila Amélia pela segunda vez

Chamas atingiram um carro alegórico e um caminhão. Polícia não descarta hipótese de incêndio criminoso
quarta-feira, 22 de março de 2017
por Dayane Emrich
Foto de capa
Proprietário do caminhão disse que o veículo não possui seguro e que ainda não tem estimativa sobre o valor do prejuízo (Foto: Henrique Pinheiro)

A Polícia Civil de Nova Friburgo investiga as causas de um incêndio em um carro alegórico do bloco de enredo Globo de Ouro e de parte de um caminhão Mercedes Benz. O caso aconteceu na noite da última terça-feira, 21, na Rua Adelino Pereira Valente, no bairro Vila Amélia, na região central de Nova Friburgo. O Corpo de Bombeiro foi acionado e controlou as chamas por volta da 23h30.  Não houve vítimas. 

O fogo, do lado de fora do barracão do bloco, teve início aproximadamente às 22h30 e, segundo um morador da localidade e integrante da agremiação, Paulo Mello, foi antecedido por um grande estouro. “Primeiro eu achei que fosse um acidente na avenida, que algum carro tivesse explodido, pois o barulho foi muito alto. Saí de casa para ver e o fogo já tinha tomado o carro alegórico”, disse, acrescentando que acredita ter sido um incêndio criminoso. “O tempo está frio e choveu nos últimos dias; a estrutura estava ao lado de fora do barracão, sem nenhuma parte ligada a eletricidade. Como iria pegar fogo do nada?”

O presidente da agremiação, Raul Fraga, disse ainda não saber se foi intencional, mas já estuda medidas para aumentar a segurança do local. “Esse carro alegórico era um dos dois que havia sido salvo durante o incêndio no mês passado. Agora estou preocupado com o único que restou, guardado no interior do barracão. Sinceramente, não sei se o incidente tem relação com o anterior, mas é realmente muito estranho. Além disso, segundo algumas testemunhas, duas pessoas foram vistas correndo do local após o início das chamas. Não sei quanto custa, mas penso em um seguro contra incêndio e, se possível, a instalação de algumas câmeras”, disse ele. 

Ainda conforme Raul, o carro seria colocado dentro do barracão neste fim de semana, já que parte do local, interditado pela Defesa Civil no mês passado, ainda passa por limpeza e reforma. “Nós já estavamos nos mobilizando para tirar ele daqui. É muito triste tudo isso”, contou. 

O proprietário do caminhão Mercedez Benz, modelo 1620, Manoel Nunes de Jesus, da Coopfeira, disse que o veículo não possui seguro e que ainda não tem estimativa sobre o valor do prejuízo. “Não faço ideia de quanto será o conserto. Terei que trocar os pneus, o que não é barato”, lamentou. 

Na manhã da última quarta-feira, além de integrantes da agremiação, equipes do corpo de Bombeiros e da Polícia Civil estiveram no local. De acordo com o delegado titular da 151ª DP, Marcello Braga, a perícia já foi realizada. “Estivemos no local do incêndio hoje pela manhã. Conseguimos imagens de uma câmera, mas a qualidade não é boa. Na filmagem aparece apenas o borrão de fogo. Também conversamos com alguns integrantes da agremiação e eles não têm suspeitas; e nem receberam qualquer tipo de ameaça. Agora vamos esperar pelo laudo, para saber a verdadeira causa do incêndio”, disse ele, sem descartar a hipótese de crime. 

Exatamente um mês depois

Vale lembrar que, no dia 21 do mês passado, às vésperas do Carnaval, o barracão do Globo de Ouro foi atingido por um incêndio de grandes proporções. Na ocasião, as chamas queimaram fantasias, dois carros alegóricos e destruíram instrumentos musicais da bateria. A Defesa Civil chegou a interditar parcialmente o barracão. Não houve feridos.

LEIA MAIS

Após vitória, Imperatriz de Olaria e Unidos da Saudade perdem, no mesmo dia, baluartes do samba

​Natureza e tranquilidade foram os principais atrativos da região para os turistas

Antes do anúncio das notas dos últimos quesitos, integrantes das agremiações começaram discussão

Foto da galeria
Fogo destruiu um dos dois carros alegóricos salvos no incêndio do mês passado (Foto: Henrique Pinheiro)
Publicidade
Agora Faz
URL da notícia: