Inaugurado “o maior sutiã do Brasil” em Nova Friburgo

Peça gigante tem 16 metros de altura e fica na Ponte da Saudade, à beira da RJ-116. Criadores buscam agora certificação do recorde
quinta-feira, 13 de junho de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
Inaugurado “o maior sutiã do Brasil” em Nova Friburgo

Com 16 metros de comprimento e 5,8 metros de altura, o maior sutiã do Brasil, segundo os criadores, foi inaugurado na quarta-feira, 12, Dia dos Namorados, em Nova Friburgo, a capital nacional da moda íntima. A peça rosa gigante, produzida pela confecção Art Íntima Lingerie, fica às margens da RJ-116, na altura do antigo hotel Vale do Luar, no bairro Ponte da Saudade.

Segundo o empresário Alan Guedes, a ideia de construir o sutiã partiu do irmão dele, Alisson Guedes. “Ele teve essa ideia para divulgar a marca da empresa, que está no mercado desde 1991, e também para homenagear Nova Friburgo, que tem tradição no comércio de moda íntima”, contou Alan, que disse ainda que a repercussão tem sido positiva. “As pessoas já estão parando no local para tirar fotos. Virou uma atração”, conta ele, entusiasmado.

A produção total da peça levou 30 dias e mobilizou dez pessoas. O molde foi feito em três dias. Já o corte das peças um dia, além dos cinco dias de costura. Para construir o sutiã foram usados dez placas de aço, 25 varas de metalon, 20 quilos de fibra de vidro, uma lata de 2,8 quilos de cola, 30 metros de espuma acrilon, 25 quilos de poliamida, um rolo de linha, três rolos de fio, sete metros de renda e 15 metros de cetim.

Com o material usado no sutiã gigante, daria para confeccionar 1.400 sutiãs normais, de acordo com os criadores. Outra curiosidade: a peça ocupa uma área de 344 sutiãs. Alan contou ainda que a empresa já deu entrada no processo de validação da informação de que o sutiã construído em Nova Friburgo é o maior do Brasil. “Em breve esperamos obter a certificação para a nossa cidade”, afirmou.  

Até então o maior sutiã do país ficava em Juruaia, no Sul de Minas, que também é um polo de moda íntima. Com 15,8 metros de comprimento e 4,8 de altura, a peça mineira foi inaugurada em 2015. Uma equipe da RankBrasil homologou o recorde da peça, que levou quatro semanas para ser produzida e consumiu 90 metros de tecido, 40 metros de TNT e 25 metros de espuma.

Já o maior sutiã do mundo, reconhecido pelo Guinness World Records, foi construído em 2011, em Londres, no Reino Unido. A peça rosa media 26 metros de comprimento. O sutiã foi criado pela empresa de produtos de limpeza Reckitt Benckiser, junto à marca Vanish, para aumentar a conscientização sobre o câncer de mama. As medições foram feitas antes do desvelamento da peça na torre da rede de TV ITV, em Londres.

Gostou ou não do sutiã? Responda, no nosso Facebook, à enquete: https://www.facebook.com/avozdaserra/

LEIA MAIS

Para manter a flexibilização, ocupação de leitos de Covid-19 deve ficar abaixo de 70%

Parceria entre Associação Comercial do Rio e BB, Campanha “Vem que Dá” fez acordos que chegam a R$ 185 milhões

Juntas, as duas novas filiais do Serra Azul criarão 400 novos empregos diretos mesmo em meio a pandemia

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Turismo | negócios