Idosas são atropeladas no viaduto do Paissandu: uma morre

Acidentes aconteceram na noite desta terça-feira. Moradores pedem melhorias na sinalização
quarta-feira, 22 de novembro de 2017
por Alerrandre Barros
Foto de capa
O local do atropelamento

Uma idosa de 75 anos morreu e outra, de 65, ficou ferida após serem atropeladas na noite desta terça-feira, 22, no viaduto Geremias de Mattos Fontes, no Paissandu, em Nova Friburgo. Os acidentes aconteceram em horários e locais diferentes num dos principais acessos ao Centro da cidade, o Paissandu.

Segundo o Corpo de Bombeiros, Darcy Santiago Ismério, 75, foi atingida por um veículo, pouco antes das 19h, na altura do número 84, próximo ao Sanatório Naval. Ela não resistiu às múltiplas lesões, sofreu uma hemorragia e morreu no local antes mesmo de ser socorrida pelos paramédicos.

A Polícia Militar foi acionada, assim como a perícia da Polícia Civil. O corpo de Darcy foi levado para o Instituto Médico-Legal (IML) de Nova Friburgo. As circunstâncias do acidente estão sendo investigadas pela 151ª Delegacia de Polícia.

Mais tarde, às 22h, outra idosa, de 65 anos, também foi atropelada a poucos metros do local do outro acidente. A mulher foi atingida em frente ao número 77. Ela foi socorrida pelos bombeiros e encaminhada para o Hospital Raul Sertã. A unidade não informou o estado de saúde da idosa.

Em julho, A VOZ DA SERRA mostrou que moradores do Paissandu estavam organizando um abaixo-assinado para a instalação de um redutor de velocidade na descida do viaduto, a fim de reduzir o número de acidentes no trecho, um dos mais movimentados da cidade e com alto índice de acidentes, por imprudência de motoristas e também de pedestres.

Desde o governo anterior, a Secretaria municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu) planeja melhorias na sinalização do viaduto, mas pouco foi feito, além da instalação de jardineiras de concreto próximo à Rua Leuenroth e à Praça Marcílio Dias (a rotatória do Paissandu). Uma licitação para troca da sinalização está em andamento.

Publicidade
Agora Faz
TAGS: