Homem é preso acusado de torturar enteado de 3 anos

Suspeito foi encontrado no Alto de Olaria após menino dar entrada na UPA vomitando sangue
quinta-feira, 23 de agosto de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Homem é preso acusado de torturar enteado de 3 anos

Policiais civis da 151ª DP prenderam nesta quarta-feira, 22, no Alto de Olaria um homem de 25 anos suspeito de torturar o enteado, uma criança de 3 anos. O caso veio à tona depois que a criança deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do distrito de Conselheiro Paulino na última terça-feira, 21.

Segundo a Polícia Civil, a mãe levou a criança com febre para a UPA durante a madrugada. O menino chegou vomitando sangue na unidade de saúde e com o abdômen inchado. A médica desconfiou da agressão e encaminhou o paciente para o Hospital Municipal Raul Sertã. A criança passou por exames e ficou em observação.

A PM foi acionada pela equipe médica e o caso foi registrado na delegacia. Em depoimento, a mãe da criança, de 31 anos, contou que o companheiro agredia o menino com socos e tapas todos os dias durante o banho. A violência acontecia há cerca de nove meses, porque o homem não aceitava o fim do relacionamento. Ele também agredia a mulher.

O suspeito tem um filho de 9 meses com a mulher, que tem outros cinco filhos. Durante a operação para prender o agressor, os policiais contaram que o menino de 3 anos estava em casa e apresentava hematomas no rosto, no olho e na barriga. A criança foi encaminhada para tratamento com uma psicóloga.

A Polícia Civil também informou que o homem é suspeito de envolvimento com o tráfico de drogas em Olaria e possui anotações criminais por violência doméstica. Ele teve a prisão preventiva decretada e será transferido para uma unidade prisional no Rio de Janeiro para audiência de custódia.

 

LEIA MAIS

Em entrevista exclusiva, comandante do 11º BPM fala sobre os desafios de combater o tráfico de drogas em Nova Friburgo

Árvores foram cortadas em área de três mil metros quadrados

Na semana que foi celebrado o Dia Mundial contra a Agressão Infantil, um alerta

Publicidade
TAGS: crime