Homem baleado em frente ao MP de Friburgo tinha anotações criminais

Atentado aconteceu de manhã em avenida movimentada; cinco tiros foram disparados no carro
sexta-feira, 11 de outubro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Os disparos feitos pelo lado do carona (Foto de leitor)
Os disparos feitos pelo lado do carona (Foto de leitor)

Um homem de 34 anos foi baleado ao volante de um carro quando passava pela Avenida Rui Barbosa, no Centro de Nova Friburgo, na manhã desta sexta-feira, 11. A tentativa de assassinato aconteceu por volta das 7h30, em frente ao prédio do Ministério Público estadual. Ferido, o homem ainda conseguiu andar por cerca de 200 metros até o Hospital Municipal Raul Sertã e foi socorrido com vida. 

De acordo com o 11º BPM, os tiros foram disparados de uma motocicleta que emparelhou o carro, um Fiesta preto, dirigido pela a vítima. Segundo testemunhas, o homem baleado caiu na calçada em frente ao hospital e, segundo a PM, foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros, que o levou para dentro do hospital. 

Policiais militares seguiram para o local onde ocorreu os disparos e isolaram o veículo para perícia da Polícia Civil. Os peritos contaram quatro marcas de tiros no carro: um no para-brisa, três no vidro da porta dianteira direita (banco do carona) e um na porta traseira esquerda (atrás do motorista). O atentado causou congestionamentos no trânsito com reflexos na Avenida Presidente Costa e Silva e no início da RJ-130, no trevo de Duas Pedras, e na Avenida Nossa Senhora do Amparo, na Chácara do Paraíso. 

A PM informou ainda que o homem, cuja identidade não foi divulgada, foi atingido por dois disparos, sendo um no tórax e outro no pé esquerdo. Ele passou por um procedimento cirúrgico para retirada dos projéteis e apresentava estado de saúde estável. “Ele não soube informar o motivo do atentado, disse ter anotações criminais e afirmou não poder relacionar o ocorrido com qualquer situação passada”, acrescentou a polícia.

A mulher do homem baleado também foi ouvida pelos policiais. Ela disse que ele havia saído de casa para levar o filho do casal ao colégio. Afirmou ter ouvido os disparos de casa, já que eles moram próximo do local do atentado. Segundo a PM, a mulher não soube dizer se a vítima tinha alguma desavença que ajudasse no esclarecimento do caso. 

A polícia solicitou à Secretaria municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu) imagens do sistema de monitoramento por câmeras, instalado nos sinais de trânsito da avenida, a fim de coletar imagens dos veículos que passaram pelo local pouco antes do ocorrido. As imagens foram cedidas e já estão sendo analisadas pela Polícia Civil. O caso é investigado pela 151ª DP. 

Há uma semana, outro caso

O atentado desta sexta guarda muitas semelhanças com o ocorrido há uma semana. No fim da tarde da última quinta-feira, 3, um casal - um homem de 50 anos e uma mulher de 63 - foram mortos a tiros dentro de um carro no bairro Granja Spinelli. Segundo a Polícia Militar, uma das vítimas chegou a ser socorrida pelo Corpo de Bombeiros, mas morreu no Hospital Municipal Raul Sertã. 

O crime aconteceu na Rua Sabrina Abreu Aguilera, por volta das 17h. Policiais militares do setor Bravo, do 11º BPM, faziam patrulhamento no Lagoinha quando foram acionados por pessoas que viram as duas vítimas baleadas dentro do carro, na Granja Spinelli. 

Ao chegaram ao local, os agentes encontraram dentro de um Palio Weekend cinza o homem morto com um tiro na cabeça e outro no tórax. Ele estava ao volante. Já a mulher, no banco do carona, estava viva. Ela foi atingida por um tiro no lado esquerdo da cabeça. A mulher foi levada pelos bombeiros ao Hospital Raul Sertã, mas não resistiu e morreu. 

A PM informou ainda que encontrou no local quatro estojos de munição de pistola .40. Para os policiais, moradores contaram que o autor dos disparos estava em um carro, modelo Uno Way preto. Os dois corpos foram removidos para o Instituto Médico Legal (IML) do município. A polícia realizou perícia no local. A 151ª DP investiga o caso. 

 

LEIA MAIS

Objetivo era cumprir 100 mandados de prisão de foragidos da Justiça em todo o estado

Primeiro ano do programa Patrulha Maria da Penha/ Guardiões da Vida atendeu, só na região, 268 vítimas de violência doméstica

ISP divulga dados de violência doméstica no primeiro semestre em Nova Friburgo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: crime