Hoje tem marmelada? Tem sim senhor!

Dia do Circo, celebrado nesta quarta, foi criado em homenagem ao palhaço Piolim
quarta-feira, 27 de março de 2019
por Jornal A Voz da Serra

O Dia do Circo foi criado em homenagem ao palhaço Piolim, Abelardo Pinto, que comandou o circo Piolim por mais de 30 anos. Seu pai havia sido dono de circo quando Abelardo ainda era pequeno, local onde aprendeu a tocar violino, a fazer contorcionismos e acrobacias. A data foi instituída em razão de seu nascimento, no ano de 1897, em Ribeirão Preto, no estado de São Paulo.

Em homenagem à data, nesta quarta-feira, 27, entrevistamos o palhaço, acrobata e professor-multitarefa friburguense Carlos Campanucci, de 62 anos, 50 de carreira. Tal como o Piolim, Carlos também é filho de artista circense e começou a carreira no circo do pai: um faz-tudo sob a lona, inclusive, na fase adulta, criando e aperfeiçoando equipamentros para acrobatas e malabaristas.

 

Publicidade
TAGS: