Hemocentro abre neste sábado para mutirão de doações de sangue

Campanha especial conta com a adesão de torcedores do Botafogo
sábado, 13 de abril de 2019
por Jornal A Voz da Serra
O Hemocentro de Nova Friburgo (Arquivo AVS)
O Hemocentro de Nova Friburgo (Arquivo AVS)

A Prefeitura de Nova Friburgo lança neste fim de semana uma campanha especial para tentar reduzir o constante desabastecimento do Hemocentro Regional Enfermeira Cassia Viviane Kale Martins, que funciona anexo ao Hospital Municipal Raul Sertã. A partir deste sábado, 13, o banco de sangue vai funcionar um sábado por mês para realizar mutirões de coletas de sangue. Nos dias úteis, o hemocentro continua funcionando normalmente, recebendo doadores, das 8h às 11h30.

Neste sábado, as coletas serão feitas até o meio-dia e contará com o apoio de torcedores do Botafogo que prometem comparecer em quantidade significativa para ajudar a reforçar o estoque de sangue. Aliás, por sugestão da diretor médico do Hospital Raul Sertã, Arthur Mattar,  outras torcidas de times de futebol serão convidadas a reforçarem os mutirões de coleta nos próximos meses.

Atualmente, o Hemocentro de Nova Friburgo recebe, em média, dez doadores por dia, o que é pouco, já que a quantidade ideal seria de, pelo menos, 30. A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é que o hemocentro receba uma média de 50 doadores em cada sábado de funcionamento especial. A secretária de Saúde de Nova Friburgo, Tânia Trilha, no entanto, lembra que o hemocentro estará aberto neste sábado para receber doações de toda a população, não sendo uma ação específica da torcida alvinegra.

Ela destaca ainda a importância da união de grupos para promoverem mais doações. “Recentemente tivemos um trote solidário da UFF que foi um sucesso. Os calouros da universidade fizeram uma doação coletiva que ajudou muito nosso banco de sangue”, destacou Tânia. O calendário dos próximos mutirões de sábados no hemocentro, a partir do mês de maio, serão divulgadas de acordo com a montagem das equipes de plantão.

 

LEIA MAIS

Ex-diretor médico do Raul Sertã, Arthur Gremion explica as razões que o levaram a pedir exoneração do cargo

As duas pacientes, idosas, foram atendidas no Hospital Municipal Raul Sertã. Diagnóstico foi confirmado nesta sexta

Membros chegaram a considerar um pedido de prorrogação, mas desistiram e prazo final é mantido em 17 de junho

Publicidade
TAGS: saúde