Grupo de 20 capivaras vira atração no Bairro Ypu

Filhotes acompanhados dos pais foram vistos caminhando às margens da RJ-116
segunda-feira, 10 de dezembro de 2018
por Jornal A Voz da Serra

Cerca de 20 capivaras, entre filhotes e adultas, foram flagradas caminhando tranquilamente às margens no Rio Santo Antônio, no Bairro Ypu, em Nova Friburgo, no último domingo, 9. A aglomeração dos mamíferos virou atração para quem passava pela RJ-116.

Os animais foram vistos na altura da distribuidora Braspress, mostra um vídeo enviado por um leitor para o WhatsApp de A VOZ DA SERRA (22) 99213-9995. No local há, inclusive, uma placa de alerta os motoristas sobre a travessia regular de animais silvestres na via.

É comum ver capivaras nos rios de Friburgo, mas não um grupo tão grande. Maior roedor do mundo animal, a capivara é originária da América do Sul e pode pesar 80 quilos e medir 1,30 metros. As capivaras fêmeas tendem a ser um pouco maiores que os machos.

Dóceis, elas são herbívoras, comem grama e plantas aquáticas, por isso, estão sempre na beira de rios. Gostam também grãos, melões e abóboras. Consomem mais de 3 quilos de comida por dia. São animais crepusculares, estão mais ativas ao entardecer ou no início do dia.

As capivaras vivem em bandos liderados por um macho dominante. A glândula localizada no nariz delas, chamada de morillo, é um status de sexualidade. Ela é maior no macho que lidera o grupo. Uma capivara fêmea gera, em média, três capivarinhas, que podem viver até 12 anos.

 

LEIA MAIS

Amparo, Mury, Lumiar, São Pedro, Campo do Coelho e Córrego Dantas são os próximos locais beneficiados

Imagem do animal, avistado em 2013, só foi divulgada agora. Pelagem rara se deve a alteração genética

Subsecretária do Bem-Estar Animal esclarece que ele não é pet abandonado, e sim fujão

Publicidade
TAGS: PET