Galeria KM 7 inaugura instalações de Lin Lima

“As Sombras da Casa do Chico” é o nome da exposição do artista
sábado, 25 de março de 2017
por Ana Borges
Foto de capa
Fotos da matéria: Regina Lo Bianco

Inaugura neste sábado, 25, a partir das 16h, na Galeria KM 7, a exposição do artista plástico Lin Lima, com a instalação “As Sombras da Casa do Chico” montada a partir de materiais de demolição e alguns poucos móveis abandonados. A mostra foi montada numa pequena casa recém anexada à sede da Galeria KM 7, até pouco tempo atrás ocupada por um morador que se mudou. Ninguém melhor do que Lin Lima - que, juntamente com o proprietário da galeria, Marcelo Brantes, recuperou o novo espaço -, para falar da casa do  Chico e de como concebeu e construiu seu novo trabalho.

“Não conheci o Chico. Não conheço a história dele, apenas algumas sombras. Na casa encontrei alguns objetos e entulho num tipo de arquitetura que traz em si memórias sonoras muito sutis, como o som da chuva caindo nas telhas. No chão, tacos surrados e falhados, quase como fósseis. Na simplicidade desse cantinho percebi que seria melhor falar baixo, de acordo com o silêncio das sombras, sem a intenção de contar qualquer história.  O Chico das minhas sombras é uma livre interpretação desse singelo espaço, onde as formas e as intervenções foram acontecendo de acordo com as possibilidades da casa. A cama precisa ir para o quarto? Passa por cima da parede! Na sala alguns caibros descansam pelas paredes? Desenhemos com suas frestas! Os entulhos estão na cozinha? Tempere-os com luz! Não queria simplesmente uma casa decorada com objetos de arte, tampouco uma casa com cara de galeria. Desde que conheci o espaço quis criar algo que começasse na casa, passasse por mim e continuasse nos devaneios de qualquer outra pessoa. A experiência com as sombras da casa do Chico me trouxe para a luz de uma história sem limites.”

O artista por outros artistas

Sobre Lin Lima, o artista plástico André Sheik* escreveu por ocasião de uma exposição de pinturas em Niterói (RJ). Eis um trecho do texto Plasticidade do Desenho Sonoro: “Bacharel em Pintura, meio que também domina, Lin Lima é exímio desenhista. Ao usar instrumentos de desenho como material de suas esculturas, faz como o artista virtuoso que passa a pintar com a mão não dominante em busca de trilhar caminhos inexplorados, atitude fundamental para o encontro com a boa arte. Em sua produção autoral, Lin Lima não desenha o que vê, executa o que imagina”. (* Ex-baixista da banda Biquíni Cavadão, autor de algumas letras de músicas, como “Tédio”, “Zé Ninguém” e “Vento Ventania”, André Sheik é autor de um livro de poesias. Estuda artes plásticas desde 1999).

Trechos do texto A Escrita na Pele, da artista plástica Marisa Flórido Cesar: “Nas sombras de uma caverna, à luz do fogo, ele marca a superfície rochosa. Estende o braço, toca a epiderme da parede, sopra, pela boca, o pigmento sobre sua própria mão e a retira. Os traços desenham a mão ausente. Ele vê naqueles contornos, a primeira imagem de si. …

Quantos mitos, fábulas e narrativas da gênese do homem ou da arte, cercam o enigma dos traços, dos signos, da imagem? Quantos interrogam, nesses relatos de fundação, a aparição do homem? … Talvez sejam interrogações como essas que Lin Lima implicitamente se coloca ao buscar a origem de sua experiência como artista, o “berço dos seus desenhos”, o relato de sua própria fundação. E ela a localiza nas matas, em seu silêncio úmido experimentado na pele, na observação das crostas das árvores, das escamas dos animais, na fecundidade e na metamorfose de troncos e raízes, nos fluxos e rumos imprevistos de ramos e águas”.

A Galeria KM 7 fica na Rua Margarida Brantes, 265, Venda das Pedras (Campo do Coelho). Contatos: (22) 3016 1944 // (21) 9 9913 9829. www.galeriakm7.com.

Foto da galeria
Publicidade
Agora Faz
TAGS: