Furto no posto do Suspiro deixa pacientes sem remédios

Farmácia da unidade foi invadida na noite de quarta-feira e teve medicamentos e equipamentos furtados
quinta-feira, 15 de fevereiro de 2018
por Alerrandre Barros
O cartaz afixado na porta da farmácia (Fotos: Alerrandre Barros)
O cartaz afixado na porta da farmácia (Fotos: Alerrandre Barros)

Com a receita em mãos, Maria Helena de Oliveira esteve no fim da manhã desta quinta-feira, 15, no posto de saúde Sylvio Henrique Braune, no Suspiro, para buscar medicamentos, mas não conseguiu porque a farmácia estava fechada. Na parede, o aviso de que o atendimento estava suspenso por motivo de furto no local.

“É inacreditável que a farmácia tenha sido furtada. Tenho vir aqui pegar, uma vez por mês, dois remédios controlados. Tenho que tomá-los de manhã e à noite. E, agora, quando vão voltar a entregar os medicamentos?”, questionou a idosa.

Na fila, um homem aguardava ser chamado para pegar insulina para a esposa. Com uma caixa pequena de isopor nas mãos, ele não havia lido o aviso afixado na janela do balcão de entregas da farmácia. “Furtaram? Minha esposa está sem insulina. Acabou. Como vamos fazer”?, questionou ele sem se identificar.

A farmácia do posto do Suspiro foi invadida na noite desta quarta-feira, 14, disse o novo diretor da unidade, Rodrigo Nicolau. Segundo ele, o guarda municipal que vigia o posto contou que saiu para jantar e, quando retornou, por volta das 22h30, constatou, ao fazer a ronda, que a farmácia havia sido arrombada.

“Estamos fazendo o levantamento dos medicamentos que foram levados. Muitos remédios são controlados. Teve muito vandalismo também. Quebraram impressora, computador. Levaram mouse, teclado, tomada, telefone, carimbos. Documentos foram molhados com Guaravita”, disse Nicolau.

A farmácia continha medicamentos fornecidos gratuitamente aos pacientes pelo município e também remédios controlados supridos pelo estado. Rodrigo disse nesta quinta-feira, 15, que pretendia concluir levantamento do que foi furtado para registro do caso na 151ª DP. Policiais civis estiveram no posto mais cedo, mas não realizaram perícia porque o local havia sido alterado após o furto.

Em nota, a Prefeitura informou no fim da tarde que foram furtados cerca de 20 mil comprimidos, incluindo medicamentos controlados, de uso contínuo. Segundo a nota, foram furtados também mouses, um teclado, um nobreak, um telefone sem fio e até canetas.  A Secretaria municipal de Saúde já está planejando a reposição dos remédios e a farmácia reabre nesta sexta-feira, 16.

LEIA MAIS

Criminoso levou R$ 900 do Ellg. Ele já foi identificado e é procurado

Homem de 26 anos estava com 468 sacolés de "pó de R$ 15 " do CV. Mulher teve celular roubado

Feito refém pelos assaltantes, que estavam numa moto amarela, ele foi obrigado a dirigir até uma estrada de terra

Publicidade
TAGS: Furto | roubo