Frizão bate o Americano e encerra jejum de vitórias no Estadual

Com vitória por 1x0, Tricolor da Serra passa agora a concentrar atenções na disputa do Grupo X
terça-feira, 14 de janeiro de 2020
por Vinicius Gastin
Duelo foi bastante movimentado em Nova Friburgo
Duelo foi bastante movimentado em Nova Friburgo

A primeira vitória do Friburguense, enfim, foi conquistada. E ela veio mesmo com os desfalques e a motivação do adversário, que dependia apenas de si para chegar à fase principal do Campeonato Carioca. Para o Tricolor da Serra valeu os três pontos, o gol marcado por Raniel, a boa apresentação de algumas peças, como Jhonatan e Magrão, e a confiança restabelecida em Nova Friburgo. Após o triunfo por 1x0 sobre o Americano no último sábado, 11, no Eduardo Guinle, o Frizão passa a concentrar as atenções nos desafios seguintes da competição.

O próximo passo é a disputa do grupo X, juntamente com América, adversário na rodada de estreia no próximo sábado, 18, no Eduardo Guinle, Nova Iguaçu e o próprio Americano. Destes quatro, um vai escapar do rebaixamento para a Série B1. Os três restantes fazem o grupo Z, no qual mais duas equipes conseguirão se livrar do descenso e uma disputará a segundona estadual ainda este ano. 

O jogo

O Americano subiu a serra para jogar a vida e a classificação para a fase principal do Campeonato Carioca. Já o Friburguense, com a disputa do Grupo X na mira, ganhou a oportunidade de observar algumas peças do elenco e fazer testes na equipe. Isso porque Murillo, Digão e Dedé, emprestados pelo próprio time de Campos, ficaram de fora da partida por força de contrato. 

Desta forma o técnico Cadão promoveu as entradas de Magrão na zaga, deslocando Raniel para o lado direito, e do jovem Jhonatan no comando do ataque, acompanhado por Toshyia e Lucas pelas pontas. Quem pensava que o Tricolor não entraria em campo com apetite, acabou assistindo a um time aguerrido e agressivo quando tinha a bola, sem dar espaços para o Americano nos contra ataques. A marcação alta e pressão no campo de ataque fizeram a equipe alvinegra errar a saída de bola em diversas oportunidades nos primeiros 20 minutos. 

Melhor posicionado e organizado em campo, o Friburguense trocou passes desde o campo de defesa aos 30 minutos. A bola chegou para Jorge Luiz limpar a marcação e fazer belo passe para Jhonatan na grande área. O atacante, que fez um belo primeiro tempo, ajeitou para Toshyia emendar de primeira, no travessão. 

Aos 37, o tão desejado primeiro gol na Seletiva saiu, após cobrança de escanteio e cabeçada de Raniel. Pouco depois, Lucas recebeu em profundidade e bate cruzado de perna canhota, para a defesa do goleiro. 

Segundo tempo

A entrada de Rodriguinho na vaga do lesionado Jeffinho foi a única alteração para o segundo tempo. Em busca do resultado que o garantiria na fase principal sem depender de outros jogos, o Americano tentou ser mais ofensivo nos instantes iniciais. As investidas aconteciam quase sempre pelo lado esquerdo de ataque, porém sem perigo ao gol de Afonso. Com a vantagem no placar, o Friburguense tentou explorar exatamente os espaços deixados pelo time de Campos. 

O nervosismo tomou conta dos visitantes e da torcida campista presente a Nova Friburgo. A pressão vinda das arquibancadas e do relógio parecia atrapalhar o rendimento dos jogadores, e praticamente nenhuma jogada ofensiva foi bem articulada.

Logo depois do tempo técnico, o Friburguense perdeu Diogo Alves, por conta de mal estar. Bidu foi a campo para exercer a função original de voltante, que o consagrou com um dos grandes ídolos da história do clube, e recebeu a faixa de capitão de Jorge Luiz. 

O Americano insistia nos levantamentos para a área de Afonso, enquanto o Tricolor tinha dificuldades para ficar com a posse de bola. A melhor chance dos visitantes surgiu aos 28, em bola cabeceada com liberdade na pequena área, por cima da meta. 

A resposta do Friburguense foi imediata, e por poucos centímetros da trave, a trama entre Lucas e Ricardo não rendeu o segundo gol. O segundo bom contra golpe veio em sequência, de Ricardo para Toshyia até a conclusão de Jhonatan, para a defesa do goleiro. O japonês teve nova chance aos 39 minutos, mas foi travado pelo zagueiro.

Antes do apito final, quase marcou ao concluir rápido contra ataque. O Americano tentou na base do abafa e chegou a balançar as redes, mas em posição de impedimento assinalada pelo árbitro. Ainda teve uma bola na trave da equipe de Campos antes do apito final. Os dois times voltam a se encontrar na disputa do Grupo X.

 

Ficha Técnica

Friburguense 1x0 Americano

Campeonato Carioca Série A 2020

Fase Seletiva – 5ª rodada

11/01/2020 - 15h

Estádio Eduardo Guinle, Nova Friburgo-RJ

Renda: R$ 3.700,00

Público: 368 presentes

Árbitro: Bruno Arleu de Araújo

Assistentes: Rodrigo Corrêa e Carlos Áquila Conceição

Friburguense: Afonso; Raniel, Bruno, Magrão e Ricardo; Diogo Alves (Bidu), Jorge Luiz, Jeffinho (Rodriguinho) e Lucas; Toshiya e Jhonatan (Ziquinha).

Técnico: Cadão

Americano: Luis Henrique; Geder, Espinho, Gabriel, Zeca; Vandinho, Abuda, Rogerinho, Alex Pixote; Daniel Marins e Cláudio Maradona.

Técnico: Josué Teixeira

LEIA MAIS

Um dos grandes eventos esportivos da cidade, Montanha Cup também será remarcado

Nas redes sociais, clube relembrou conquistas marcantes, a exemplo da Série B1 de 2019

Juniores fizeram alguns testes antes da estreia no estadual: primeiro desafio é o Flamengo

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: futebol