FriJazz & Blues leva grande público a Lumiar e São Pedro

Mesmo começando com chuva, evento superou em 50% o número de pessoas da edição do ano passado
segunda-feira, 20 de maio de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Alguns shows foram em espaços cobertos (Divulgação)
Alguns shows foram em espaços cobertos (Divulgação)

Nem a chuva que caiu durante toda a última sexta-feira, 17, e o sábado, 18, desanimou os amantes do jazz e do blues que compareceram em peso aos distritos de Lumiar e São Pedro da Serra para prestigiar o festival FriJazz & Blues 2019, que terminou no domingo, 19, já sem chuva e com grande êxito. Segundo os organizadores, o evento superou em 50%  o número de pessoas da edição do ano passado.

Em alguns locais onde aconteceram os shows foram instaladas tendas para proteger o público da chuva. Houve shows em locais já cobertos, como a quadra de esporte de São  Pedro da Serra. Além da boa música, o FriJazz & Blues contou com área gastronômica com barracas gourmet, food bikes e cervejas artesanais para todos os gostos produzidas em Nova Friburgo, além do friozinho típico da serra.

A programação do primeiro dia agradou em cheio a moradores e turistas. Uma das grandes atrações do festival, Big Gilson teve dificuldades para sair do palco devido aos vários pedidos de bis do público. Em São Pedro da Serra, a quadra ficou completamente lotada para assistir aos gaitistas Ângelo Nani e Jeferson Gonçalves. No sábado e domingo, o festival atraiu um público ainda maior que curtiu Blues Etílico, em Lumiar, e a consagrada Rosa Marya Colin, em São Pedro da Serra, além de atrações locais, como a banda Doutor Barba Rosa, muito aplaudida na quadra de São Pedro.   

Segundo o diretor da Trade Assessoria e Projetos, empresa organizadora do festival, José Alexandre Almeida, o FriJazz & Blues deste ano marcou época com atrações de qualidade em apresentações simultâneas que além de agradar aos apreciadores do jazz e do blues, aqueceram o turismo e a economia de Nova Friburgo. .A prefeitura também comemorou o êxito do festival. O prefeito Renato Bravo destacou a consolidação do evento no calendário do município e do estado. “Acreditamos no FriJazz desde o primeiro momento por entendermos que esse tipo de festival traduz o perfil de turismo que queremos fomentar, além de movimentar dois dos mais importantes distritos turísticos do município”, disse.

Mês que vem tem mais, em Rio das Ostras

O FriJazz & Blues deixou todo mundo com gostinho de quero mais. Os amantes desses gêneros musicais não vão perder por esperar. Em junho, dos dias 20 a 23, vai acontecer a 16ª edição do Rio das Ostras Jazz & Blues Festival, tido como o maior da América Latina e que nas últimas edições edições reuniu mais de 500 artistas de renome internaciona na cidade que é a “praia dos friburguenses”. Para a edição deste ano já estão confirmados os shows de Dianne Reeves, Romero Lubambo, Roy Rogers, Serginho Trombone e Bixiga 70. Ao todo serão 34 shows, com o melhor do jazz e blues nacional e internacional em quatro palcos na Praça São Pedro, Lagoa de Iriry e nas areias das praias da Tartaruga e Costa Azul.

Parte integrante da programação do Rio das Ostras Jazz & Blues Festival, a Casa do Jazz, em Costa Azul, abrigará shows de novas bandas que estão se destacando no estado do Rio de Janeiro, com apresentações nos intervalos dos shows principais, além de uma homenagem póstuma ao músico Arthur Maia. O evento contará ainda com duas praças de alimentação com 18 restaurantes da cidade (na área do palco principal) e área para comercialização de artesanato local com 15 stands de ONGs de Rio das Ostras. O festival terá ainda o Clube do Vinil, espaço onde os aficionados e colecionadores das famosas “bolachas” poderão trocar ideias, comprar e trocar seus discos.

 

LEIA MAIS

Evento, desta terça até sábado, inclui oficinas, contação de histórias, apresentações musicais, exposição e concerto

Apresentação incluindo clássicos de Roberto Carlos será em 16 de novembro, no Country Clube

Grupo voltou da Região dos Lagos com seis troféus na bagagem

Publicidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Música | evento