Friburgo tem novo Dia D contra sarampo e pólio neste sábado

Longe da meta, campanha de vacinação é prorrogada pela segunda vez em todo o estado
quinta-feira, 13 de setembro de 2018
por Paula Valviesse (paula@avozdaserra.com.br)
Vírus do sarampo
Vírus do sarampo

Nova Friburgo está entre os 49 municípios do Estado do Rio de Janeiro que estão abaixo da meta de 95% de cobertura vacinal estipulada pelo Ministério da Saúde para a Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo e a Poliomielite este ano. Por esse motivo, a vacinação no município foi novamente prorrogada, agora até o dia 21. Para tentar bater a meta, o município se antecipa e realiza um novo Dia D de vacinação neste sábado, 15.  Neste sábado, os postos de saúde: Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; Waldir Costa, em Conselheiro Paulino; e Tunney Kassuga, em Olaria, estarão abertos para vacinação das 9h às 16h.

A prorrogação da campanha pela segunda vez foi motivada pela divulgação, na última quarta-feira, 12, dos dados preliminares do Sistema de Informação do Programa Nacional de Imunização sobre os municípios (SI-PNI) e faz parte da nova campanha da Secretaria estadual de Saúde, lançada nesta quinta-feira, 13, para reforçar a importância da imunização durante a infância denominada “Tchau Sarampo, Tchau Pólio”.

Em nota, o secretário de estado de Saúde explicou a motivação da nova campanha: “Decidimos promover esta campanha porque, além de imunizar contra a pólio e o sarampo, queremos chamar a atenção para a importância da vacinação durante a infância. Conseguimos afastar doenças graves no Brasil com a inclusão das vacinas em nosso calendário anual. A vacina continua sendo um método seguro e imprescindível para a proteção de nossos filhos”.

Com a campanha “Tchau Sarampo, Tchau Pólio” ficou definido o encerramento da campanha de vacinação contra o sarampo e a pólio no próximo dia 21 e também a realização de um novo Dia D, no sábado 22, nos municípios que estão abaixo da meta. Contudo, segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Friburgo, espera-se que com a realização de um dia de mobilização já neste sábado, 15, e a prorrogação da campanha, o município alcance a meta.

Cobertura em Friburgo está em 79%; meta é 95%

De acordo com as atualizações dos estados, o Rio de Janeiro apresenta cobertura de 78,67% contra a pólio e 79,94% contra o sarampo, dentro da estimativa de 95% do público-alvo, composto por cerca de 812 mil crianças. Ainda de acordo com o Ministério da Saúde, se a campanha fosse encerrada neste dia 15, como estava previsto, Nova Friburgo teria alcançado 79,1% da cobertura contra o sarampo e 78,1% contra a pólio de um público-alvo composto por 8.481 crianças.

No município cinco unidades de saúde seguem fazendo a imunização: os postos de saúde Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; Waldir Costa, em Conselheiro Paulino; e Tunney Kassuga, em Olaria, atendem das 8h às 16h. A Unidade Básica de Saúde José Copertino Nogueira, em São Geraldo, atende às terças e quintas-feiras, das 9h às 16h; e a Unidade Básica de Saúde Ariosto Bento de Mello, no Cordoeira, às terças e sextas-feiras, também das 9h às 16h.

Quem precisa ser imunizado

A vacina contra o sarampo deve ser tomada por todas as crianças com mais de 1 ano, independente da situação vacinal. Já as doses contra a pólio são aplicadas nas crianças de 1 ano e menos de 5 anos. No caso da poliomielite, as crianças que não tomaram nenhuma dose durante a vida recebem a vacina VIP (Vacina Inativada Poliomielite). Já os menores de 5 anos que já tiverem tomado uma ou mais doses da vacina, recebem a VOP (Vacina Oral Poliomielite), a gotinha. E todas devem tomar uma dose da vacina Tríplice Viral, que protege contra sarampo, rubéola e caxumba, desde que não tenham sido vacinadas nos últimos 30 dias.

 

LEIA MAIS

Documento com mais denúncias da Câmara sobre falta de insumos, medicamentos e equipe médica será enviado ao MP

Situações encontradas serão descritas em relatório que será entregue à prefeitura e à Justiça

Amma espera receber mais de 600 pessoas nesta edição do evento, previsto para 10h deste sábado

Publicidade
TAGS: saúde | vacina