Friburgo Rugby encerra o ano com mais um título

Conquista em Itaboraí fechou a temporada da equipe com chave de ouro
quinta-feira, 27 de dezembro de 2018
por Vinicius Gastin
O time em ação: histórico de luta, conquistas e superação em meio às dificuldades e promessas não cumpridas
O time em ação: histórico de luta, conquistas e superação em meio às dificuldades e promessas não cumpridas

 

        Uma taça para fechar bem a temporada, e dar uma injeção de ânimo para cumprir as metas de 2019. O Friburgo Rugby esteve presente na Taça Itaboraí, realizada no último dia 16, e de forma invicta conquistou o título da competição. O torneio reuniu seis equipes de várias partes do estado, e o time friburguense mostrou a força habitual para subir a serra com o troféu em mãos.

A campanha do Friburgo Rugby começou com um empate diante dos donos da casa, o Ita Rugby, pelo placar de 10 a 10. Na sequência, boa vitória sobre o Carioca, por 43 a 0. No terceiro compromisso, o time friburguense encontrou mais dificuldades, mas conseguiu derrotar a UFF por 17 a 12. Na partida decisiva, que valeu a conquista, o Friburgo Rugby teve grande atuação e bateu o Ita Rugby, adversário da rodada inaugural, por 29 a 7.

O título em Itaboraí renova o ânimo e as esperanças para uma próxima temporada vitoriosa e mais regular. Em busca de incentivos e apoios, os atletas mantêm o projeto por amor ao esporte, e realizam os treinos regularmente aos sábados, a partir das 10h, no campo de Mury (ao lado do trevo que dá acesso à estrada Serramar). A atividade é aberta ao público, e tanto homens como mulheres podem acompanhar e participar.

De acordo com a direção da equipe, em 2019 o Friburgo Rugby vai disputar a Série B do estado, que é considerada a etapa de desenvolvimento na modalidade sevens a side (sete jogadores).

Um pouco da história

O Friburgo Rugby foi fundado por um grupo de amigos, há pouco mais de uma década. Inicialmente, a ideia era apenas oferecer uma nova opção de lazer através da modalidade. Junto à fundação da equipe, logo veio o apelido que caracteriza os jogadores: Cães de Pedra, numa referência à pedra do Cão Sentado, símbolo turístico da cidade, associado também à resistência do grupo às adversidades.

A partir do ano seguinte à sua fundação, em março de 2007, o Friburgo Rugby passou a disputar a elite fluminense da modalidade, e conseguiu montar um grupo competitivo. Em 2008 sagrou-se campeão estadual da série B.

O ano de 2011 foi marcante para a equipe: mesmo com as dificuldades ocasionadas pelo desastre natural na Região Serrana, o Friburgo Rugby manteve-se de pé, e conquistou o vice-campeonato estadual.

Em 2012, os Cães de Pedra conseguiram realizar uma série de partidas pelo campeonato fluminense em casa, no campo do Amparo Futebol Clube. Um dos jogos históricos no local aconteceu em 15 de julho daquele mesmo ano, quando o Friburgo Rugby derrotou a equipe do Itaguaí, por 39 a 10, de virada, e garantiu sua permanência na série A com a quinta colocação no torneio.

Os bons resultados motivaram toda a equipe, e o trabalho ganhou novas vertentes com o passar do tempo. Em março de 2012, uma escolinha foi montada para oferecer aulas inteiramente gratuitas para crianças a partir dos 8 anos de idade, com exigência única de frequência e bom desempenho escolar.

Outra inovação foi a formação de um time feminino, que também volta a ter atenção especial a partir do recomeço da equipe. Na época, as cerca de 15 atletas chegaram a disputar o Circuito Fluminense de Rugby Sevens Feminino 2014, em Maricá, na modalidade olímpica seven-a-side.

Entre idas e vindas, sonho e realidade, a promessa da construção de um Centro de Treinamento na Via Expressa, no bairro Olaria, jamais saiu do papel. O Centro de Treinamento para a modalidade começou a ser construído, com a preparação do terreno, mas não avançou. O investimento total seria de R$ 1.041.505,70. O prazo inicial para a conclusão da obra era janeiro de 2016, mas as previsões mudaram diversas vezes por motivos variados.

Dentre outros problemas, o atraso no repasse de recursos paralisou as obras, que ainda não possuem previsão para a retomada. O projeto inicial previa a construção de um campo oficial, mas as medidas não corresponderam às necessidades. Um novo espaço na localidade de Conquista, no distrito de Campo do Coelho, foi avaliado, mas logo descartado.

O recurso de R$ 1 milhão, previsto em emenda parlamentar do deputado federal Glauber Braga (Psol), foi empenhado junto à Caixa Econômica Federal. A previsão era de que o valor fosse liberado dias depois para a abertura da licitação, que aconteceu em 21 de dezembro de 2013.

Depois de longo atraso, a Prefeitura de Nova Friburgo, à época, buscou regularizar as pendências passadas inscritas no Cauc (Cadastro da Receita Federal), para que a Caixa pudesse assinar os novos convênios com o município. Até o momento, os projetos são apenas sonhos não concretizados.

Resultados - Taça Itaboraí de Rugby

Ita Rugby 10 x 10 Friburgo

Cachoeiras 36 x 14 Itaipuaçu

Friburgo 43 x 0 Carioca

Itaipuaçu 22 x 19 UFF

Ita Rugby 52 x 0 Carioca

 

Cachoeiras 0 x 14 UFF

Carioca 0 x 36 Itaipuaçu

Friburgo 17 x 12 UFF

Ita Rugby 31 x 0 Cachoeiras

 

Cachoeiras 0 x 14 UFF

Ita Rugby 7 x 29 Friburgo

 

Publicidade
TAGS: rugby