Friburgo registra primeiros casos de gripe H1N1

As duas pacientes, idosas, foram atendidas no Hospital Municipal Raul Sertã. Diagnóstico foi confirmado nesta sexta
sexta-feira, 10 de maio de 2019
por Jornal A Voz da Serra
A vacina contra a gripe está disponível nos postos para o público-alvo (Arquivo AVS)
A vacina contra a gripe está disponível nos postos para o público-alvo (Arquivo AVS)

A Secretaria municipal de Saúde informou na tarde desta sexta-feira, 10, que Nova Friburgo tem dois casos confirmados de gripe H1N1. As duas pacientes, idosas, foram atendidas com a doença no Hospital Municipal Raul Sertã. O diagnóstico foi confirmado por exames laboratoriais. Nenhuma das duas havia sido vacinada contra a doença. Elas fazem parte do público-alvo da campanha nacinal de vacinação que está em curso.

As idosas chegaram ao hospital com sintomas de gripe.  Os exames foram realizados no Laboratório Central de Saúde – Lacen, no Rio de Janeiro, que é especializado nesse tipo de análise. O resultado é considerado preciso.

Esses são os primeiros registros de gripe H1N1 em Nova Friburgo este ano. Um terceiro caso foi confirmado em um paciente de Cordeiro que foi atendido em um hospital particular de Nova Friburgo. Outros casos suspeitos ainda estão aguardando resultado do Lacen.

Para prevenir o aparecimento de outros casos, é importante vacinar as crianças de 6 meses a 5 anos, 11 meses e 29 dias, idosos a partir de 60 anos, professores e profissionais da saúde (mediante comprovação), doentes crônicos (mediante comprovação), gestantes e puérperas até 45 anos após o parto, policiais e bombeiros.

A Campanha Nacional de Vacinação contra gripe segue até  31 de maio nos Postos de Saúde Sylvio Henrique Braune, no Suspiro; Tunney Kassuga, em Olaria; e Waldir Costa, em Conselheiro Paulino, de segunda à sexta-feira, no horário entre 8h e 16h30. A Unidade Básica de Saúde José Copertino Nogueira, em São Geraldo, também imuniza a população toda terça e quinta-feira, das 9h às 16h.

Além disso, as Estratégia de Saúde da Família estão cumprindo um calendário de imunização. Na próxima semana, as ESF de Galdinópolis e Macaé de Cima promovem vacinação na quarta-feira, 15 de maio, das 9h às 16h. No dia 20, segunda-feira, a ação será nas Estratégias de Rio Bonito da praça e Rio Bonito de Cima.

Morte em Rio das Ostras

Muito frequentada por friburguenses, a cidade de Rio das Ostras registrou a primeira morte por H1N1 no Estado do Rio este ano. Segundo o site da Band News, a vítima é servidora pública e  trabalhava na creche Dona Senhorinha. A Secretaria de Saúde do município confirmou o caso, mas não informou a data do óbito.

Este ano, a Secretaria Estadual de Saúde registrou três casos da doença, todos sem mortes. No ano passado, 233 pessoas contraíram o vírus da H1N1 em todo o Estado do Rio, sendo que 30 pacientes não resistiram e morreram.

A gripe H1N1, ou influenza A, ou gripe suína, é provocada por um subtipo do influenzavírus do tipo A. Ele é resultado da combinação de segmentos genéticos do vírus humano da gripe, do vírus da gripe aviária e do vírus da gripe suína, que infectaram porcos simultaneamente.

A transmissão pode ocorrer antes de aparecerem os sintomas. Ela se dá pelo contato direto com os animais ou com objetos contaminados e de pessoa para pessoa, por via aérea ou por meio de partículas de saliva e de secreções das vias respiratórias. O período de incubação varia de três a cinco dias. 

Em Nova Friburgo, a meta da Secretaria Municipal de Saúde é vacinar, até o próximo dia 31, pelo menos 90% do público-alvo, o que corresponde a cerca de 37 mil pessoas. A campanha de imunização iniciada no dia 10 de abril ainda não atraiu muita gente, por isso, houve uma grande aposta das autoridades de saúde no Dia D, no último sábado, que conseguiu mobilizar 3.700 pessoas.

Recomendações

O Ministério da Saúde recomenda algumas medidas simples que podem ser adotadas por todos os cidadãos para proteção contra gripe Influenza:

  • Lavar as mãos com frequência, principalmente antes de consumir algum alimento e após tossir ou espirrar;
  • Utilizar lenço descartável para higiene nasal;
  • Cobrir nariz e boca quando espirrar ou tossir;
  • Não compartilhar objetos de uso pessoal, como talheres, pratos, copos ou garrafas;
  • Manter os ambientes bem ventilados;
  • Evitar contato próximo a pessoas que apresentem sinais ou sintomas de influenza;
  • Evitar aglomerações e ambientes fechados.

LEIA MAIS

Ex-diretor médico do Raul Sertã, Arthur Gremion explica as razões que o levaram a pedir exoneração do cargo

Membros chegaram a considerar um pedido de prorrogação, mas desistiram e prazo final é mantido em 17 de junho

Prefeituras têm até 22 de maio para aderir a campanha mundial de promoção da saúde e bem-estar

Publicidade
TAGS: saúde