Friburgo perde dona Jamille dos Santos Rezende

Intenso trabalho assistencial ajudou muitas famílias friburguenses
quinta-feira, 26 de dezembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Dona Jamille
Dona Jamille

Faleceu neste Dia de Natal, 25, dona Jamille dos Santos Rezende, aos 92 anos. Seu corpo foi velado na Capela de Santo Antônio e sepultado no Cemitério São João Batista.

Jamille nasceu em Nova Friburgo em 1928. Filha de pais libaneses – Maira Esturum e Felipe Yacoub –, desde muito cedo se tornou praticante da religião católica. E foi dentro dos preceitos do catolicismo que orientou sua vida pessoal e seu trabalho assistencial, que ajudou tantas famílias friburguenses.

Começou a frequentar a Capela de Santo Antônio, na Praça do Suspiro, acompanhando sua mãe, aos 10 anos de idade. Aos 20, logo após a morte da mãe, conheceu o mineiro Bráulio Rezende, que iniciara seus negócios no comércio da cidade na década de 1940. Em fevereiro de 1951, ao completarem dois anos de namoro, se casaram na Catedral São João Batista.

Jamille e Bráulio tiveram quatro filhos: Jane, Junice, Bráulio e José Antônio. Todos atuam no comércio de Nova Friburgo.

Com o falecimento do marido, Jamille passou a presidir, em 1986, o Dispensário de Santo Antônio, programa social que beneficiava de 100 a 150 famílias por mês. Ela contava com a colaboração de filhos, irmãs, sobrinhas e amigas para mantê-lo, mas, quando a instituição não dispunha de recursos, tirava dinheiro do próprio bolso para suprir as necessidades básicas dos atendidos.

Além do Dispensário de Santo Antônio, Jamille também foi voluntária na Obra do Berço, desenvolvida por um grupo de senhoras que distribuía enxovais de bebês a mães desassistidas, muitas delas mal entrando na adolescência.

Jamille dos Santos Rezende dedicou a maior parte de sua vida a socorrer os mais carentes. Emprestou afeto, carinho e solidariedade a quem precisava. Deixou um legado de amor e compaixão não apenas para filhos, netos e bisnetos, mas para todos aqueles que com ela tiveram o privilégio de conviver.  

 

LEIA MAIS

Industrial presidiu o Country Clube por dois mandatos nos anos 80

Ex-presidente do Fluminense foi responsável pela contratação do ídolo Ézio

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: obituário