Friburgo mostra suas potencialidades no Dia Mundial do Turismo

Desafio maior do setor é atrair turistas de segunda a quinta, já que nos fins de semana ocupação hoteleira na cidade supera 80%
sexta-feira, 27 de setembro de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
O evento na Praça Dermeval Barbosa (Fotos: Fernando Moreira)
O evento na Praça Dermeval Barbosa (Fotos: Fernando Moreira)

O Dia Mundial do Turismo foi celebrado em grande estilo nesta sexta-feira, 27, em Nova Friburgo. Um evento reuniu diversas entidades do setor na Praça Dermeval Barboza Moreira, destacando os principais atrativos turísticos locais para friburguenses e turistas. Durante todo o dia - ensolarado apesar da previsão de chuva - o Teleférico, na Praça do Suspiro; o Cão Sentado, em Furnas, e o Jardim do Nêgo, no distrito de Campo do Coelho, também ofereceram 50% de desconto na entrada para friburguenses e turistas.

“O turismo é a mola-mestra para a economia de Nova Friburgo, além de gerar muitos empregos. É uma engrenagem que precisa estar funcionando muito bem. Precisamos saber qual é o perfil do nosso turista. Casal? Solteiro? Curte ecoturismo? Estamos mapeando isso para fazer a divulgação da cidade em cima do nosso público alvo. Se a maioria dos turistas for formada por casais, então deveremos trabalhar o turismo romântico, promovendo o circuito das flores em Vargem Alta, o Teleférico, enfim. Precisamos saber quem é nosso público para fazermos a divulgação nos lugares certos”, declarou Ricardo Reis, secretário municipal de Turismo.

 

O evento, que não teve nenhum custo para o município, contou com a participação voluntária de representações de praticamente todo o trade turístico de Nova Friburgo, como a Secretaria Municipal de Turismo, Convention & Visitors Bureau, Conselho Municipal de Turismo, Sebrae, Parque Estadual dos Três Picos, além de representantes da Colônia Alemã de Nova Friburgo, do Circuito Amparo de Turismo Rural, da Amorango, do movimento Montanhe-se, do Altos da Serramar - Circuitos de Agroturismo, do Lumiar Aventura, da Casa do Artesão – Pavilhão das Artes e da Oficina do Mel. Todos mostrando o que tem de melhor à oferecer para os turistas que visitarem a cidade.

“Temos que despertar nos friburguenses um sentimento de empoderamento. De que nós temos uma cidade linda, segura, com boa gastronomia e boa hospedagem. Às vezes o próprio morador da cidade acaba não dando o devido valor a isso. Mas quem vem de fora fica encantado. Quando viajamos não queremos ser bem acolhidos? É exatamente isso que o turista deseja quando chega a Nova Friburgo. Numa cidade que se propõe a ser hospitaleira e turística, precisamos receber bem todos os nossos visitantes”, destacou Edson Almeida, o Biá, presidente do Convention & Visitors Bureau de Nova Friburgo, do Conselho Municipal de Turismo, além de fazer parte da diretoria do Conselho Regional de Turismo da Serra Verde Imperial, do Sindicato de Hotéis, Bares, Restaurantes e Similares e da Agência Mercoserra.

Mais atividades 

Durante o evento, também foi apresentada uma exposição de fotos cedidas pelo fotógrafo Juran e pela Associação Comercial, Industrial e Agrícola de Nova Friburgo (Acianf), foi exibido o filme “A Riqueza do Parque Estadual dos Três Picos”, houve uma apresentação musical do cantor Sam Lucca e visita guiada ao Mirante Suíço, no Bairro Suíço, além de uma homenagem à equipe Ararate, grupo de montanhistas voluntários que ajudou na luta contra o grande incêndio que consumiu recentemente boa parte da vegetação no Pico do Caledônia.

Com tantas boas opções de hospedagem, gastronomia e belezas naturais, o grande desafio do setor é atrair mais turistas de segunda à quinta-feira, já que nos fins de semana a ocupação hoteleira costuma superar os 80%. “Para isso teremos já em outubro a Festa da Flor, o Festival do Morango com Chocolate e o Festival do Pão. Em novembro teremos o Festival da Truta. Tudo isso está sendo promovido pelos empresários, pelo Convention Bureau e pela Secretaria de Turismo de modo a incrementar a atividade turística e econômica no município. Precisamos nos unir para colocar Nova Friburgo no lugar de onde nunca deveria ter saído: como um dos destinos mais procurados pelos turistas”, finalizou Biá.

 

LEIA MAIS

Proposta será submetida a consulta pública para mais contribuições da sociedade

Visitas são gratuitas e abertas à população dois fins de semana por mês

Municípios estão fazendo o levantamento de todas as atrações ao longo dos 68 km da RJ-130

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Turismo