Friburgo e Teresópolis se unem para revitalizar circuito turístico

Municípios estão fazendo o levantamento de todas as atrações ao longo dos 68 km da RJ-130
quarta-feira, 20 de novembro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
A Terê-Fri (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
A Terê-Fri (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

As prefeituras de Nova Friburgo e Teresópolis firmaram uma parceria para revitalizar o circuito turístico Terê-Fri, que reúne uma série de atrações ao longo dos 68 quilômetros da RJ-130. Além de hotéis e pousadas, às margens da estrada  encontram-se ainda inúmeras opções de lazer, aventura, gastronomia e turismo rural. Um dos destaques é a Casa Suíça, em Conquista, no distrito friburguense de Campo do Coelho. Participaram do encontro o secretário de Turismo de Nova Friburgo, Ricardo Reis, e o subsecretário da pasta de Teresópolis, Henrique Silva.

Um levantamento dos equipamentos turísticos do Circuito Terê-Fri no município de Teresópolis já foi feito pela prefeitura local e apresentado a Ricardo Reis com o propósito de que também seja desenvolvido em Nova Friburgo. Henrique Silva explicou que uma equipe da Uerj coordenou a parte do inventariado no município de Teresópolis, metodologia que poderá ser usada também em Nova Friburgo, a fim de completar o levantamento de todo o circuito. “Vamos oferecer essa metodologia para que façamos um trabalho único, juntos, falando a mesma linguagem” salientou o secretário teresopolitano.

O levantamento das atrações do circuito nos 35 quilômetros da rodovia que pertencem a Teresópolis levou em torno de quatro meses para ser feito e contou com apoio dos alunos da Uerj, que foram a campo coletar os dados. Henrique crê que em Nova Friburgo esse trabalho seja feito em menos tempo, pois a estrada que liga os dois municípios tem quilometragem menor do lado friburguense, embora rico em equipamentos. Ele destacou também o Parque Estadual dos Três Picos e outros atrativos nos 20 quilômetros da estrada de São Lourenço.

O subsecretário de Turismo de Teresópolis se dispôs ainda a oferecer mão de obra para o levantamento que será realizado em Nova Friburgo, a fim de dar sequência aos entendimentos dos prefeitos Renato Bravo, de Nova Friburgo, e Vinícius Klaussen, de Teresópolis, que desejam a realização desse trabalho conjunto o quanto antes para  fortalecer o Circuito Tere-Fri, que tem um grande potencial turístico e pode ser trabalhado durante todo o ano, com turistas vindo do mundo inteiro”, enfatizou Henrique.

Estrada precisa de reparos

Ricardo Reis lembrou que o circuito Terê-Fri foi criado há cerca de 20 anos com cenários de passeios, aventura, gastronomia e outros atrativos. A pedido do prefeito Renato Bravo, ele esteve em Teresópolis com a equipe da Secretaria de Turismo de lá e, a partir desse encontro, já foi solicitado ao governador Wilson Witzel a melhoria da estrada.

Com trechos perigosos e esburacados, a RJ-130 carece de melhorias urgentes. Recentemente o Departamento Estadual de Estradas de Rodagem (DER-RJ), responsável pela manutenção da rodovia, firmou parceria com a Prefeitura de Teresópolis para recuperação do trecho teresopolitano. O órgão já fez parceria com 59 prefeituras fluminenses garantindo reparos no pavimento de grande parte da malha viária do interior do Estado. A parceria com a Prefeitura de Nova Friburgo para esse serviço, no entanto, ainda não foi efetivada. 

 

LEIA MAIS

Em agradecimento aos profissionais de saúde que atuam na pandemia, primeiros hóspedes serão dez marinheiros que atuam no setor

Principais pontos turísticos estarão abertos, mas com restrições. Município oferece atividades ao ar livre

Confira as restrições nas diversas cidades que costumam ser destino dos friburguenses que pretendem viajar neste fim de semana prolongado

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 75 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: Turismo