Fogo em vegetação preocupa: em 3 dias bombeiros já combateram 21 focos

Ações de combate tiveram até auxílio de helicóptero. Área de 5 mil m2 foi destruída na Via Expressa nesta quarta
quarta-feira, 17 de julho de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Numa imagem marcante, um tronco queimado lembra uma santa observando a árvore arder em chamas na mata da Via Expressa (Foto: Henrique Pinheiro)
Numa imagem marcante, um tronco queimado lembra uma santa observando a árvore arder em chamas na mata da Via Expressa (Foto: Henrique Pinheiro)

As equipes do 6º Grupamento de Bombeiro Militar (GBM) de Nova Friburgo têm tido bastante trabalho esta semana para combater queimadas. A corporação militar tem sido foi acionada para combater focos de incêndio em vegetação em diversos bairros da cidade, entre eles um de grande proporção ocorrido nesta quarta-feira, 17, desde a manhã, na mata da Via Expressa, em Olaria.

Segundo o comandante do 6º GBM, tenente-coronel Thiago Nunes Alecrim, a corporação foi acionada logo no início da manhã e teve dificuldades para conter as chamas numa área de aproximadamente cinco mil metros quadrados na Via Expressa. Os bombeiros tiveram o auxílio de pelo menos dois caminhões com água, além de abafadores e sopradores manuais, como mostra a foto, abaixo de Henrique Pinheiro.

Ainda de acordo com o comandante Alecrim, da última segunda-feira, 15, até ontem,  já foram registrados 21 ocorrências de fogo em vegetação em Nova Friburgo. O de maior extensão foi no bairro Alto do Catete, no distrito de Conselheiro Paulino, onde foi necessária a atuação de três equipes em terra, além do auxílio de um helicóptero para conter as chamas.

Fogo já fez estragos no último fim de semana

Conforme noticiado por A VOZ DA SERRA na última segunda-feira, 15, somente no último fim de semana a corporação foi acionada para combater 19 focos de incêndio em vegetação. Foram atingidos o distrito de Conselheiro Paulino, além dos bairros Catarcione, Vila Amélia, Olaria, Cascatinha, Córrego Dantas e Chácara do Paraíso, este último o que deu mais trabalho aos bombeiros, por reunir cinco focos distintos. Somados, esses focos de incêndio em vegetação consumiram uma área estimada entre 300 e 350 mil metros quadrados, o equivalente a quase 50 campos de futebol.

Veja mais imagens do fogo nesta quarta na mata da Via Expressa, em fotos de Pedro Bessa.

A queimada pôde ser avistada até do Centro, como clicou Adriana Oliveira no Bairro Suíço:

O comandante Alecrim reforça que a vegetação seca e a baixa umidade relativa do ar são fatores de risco para incêndios em vegetação, mas o fator preponderante é a ação humana, que muitas vezes utiliza o fogo como ferramenta para ampliar áreas de plantio e limpeza de terrenos, por exemplo. Atos que podem desencadear um grande incêndio em vegetação, prejudicando o meio ambiente, além de colocar a vida de outras pessoas em risco.

 

LEIA MAIS

Em Friburgo temperaturas devem variar enhtre 10 e 18 graus durante a semana

Na sexta e no sábado sistema de alta pressão deve voltar a influenciar o tempo: sol deve reaparecer entre nuvens

Ventania assusta friburguenses na tarde desta terça, mas não provoca danos

Publicidade
TAGS: fogo | Clima