Fim de semana de congestionamentos na estrada Serramar

Motoristas contaram que não havia agentes de trânsito no trevo de Mury
terça-feira, 31 de janeiro de 2017
por Alerrandre Barros
Foto de capa

Motoristas voltaram a reclamar de congestionamentos na RJ-142 (Estrada Serramar) provocados pelo longo tempo em que os semáforos do trevo de Mury, distrito de Nova Friburgo, ficam fechados. Quem passou pela rodovia neste fim de semana enfrentou retenção de pelo menos 40 minutos na subida da via que conecta as regiões Serrana e dos Lagos.

“Um calor insuportável. Eu levei quase uma hora para concluir o percurso. Quando passei pelo trevo, não tinham agentes de trânsito no local, conforme a prefeitura havia anunciado que faria”, reclamou a professora Elaine Martins.

A secretaria Municipal de Ordem e Mobilidade Urbana (Smomu) programou a atuação de agentes de trânsito no trevo nas sextas-feiras, domingos e vésperas de feriado, como aconteceu neste domingo, 29. “Entre 16h45 e 19h havia agentes no trevo de Mury, mas, como o fluxo de veículos estava tranquilo, os agentes foram efetuar ronda em outro corredor”, disse em nota.

Os agentes de trânsito começaram a atuar no trevo depois que a secretária de Ordem Mobilidade Urbana (Smomu), Rosane Monteiro Pinto, fez uma reunião, no dia 16 de janeiro, com representantes da Rota 116, que administra a RJ-116, e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), responsável pela RJ-142 (Estrada Serramar), para discutir medidas para evitar congestionamentos no trevo.

“Foi detectado que os maiores períodos de retenção se concentram em vésperas de feriados e aos domingos, especialmente na época de férias, que antecede o início do ano letivo. Na reunião foram sugeridas algumas ações que deverão amenizar de forma imediata a variação de fluidez do trânsito. A iniciativa contemplará sinalização com pintura e colocação de placas e também a permanência de agentes da secretaria nos horários de pico”, disse Rosane Monteiro na ocasião.

No início do ano, A VOZ DA SERRA mostrou que semáforos permanecem fechados por quase três minutos no trevo, impedindo a passagem de veículos e causando congestionamentos extensos em horários de maior movimento e em feriados prolongados. O problema ocorre, principalmente, no sinal que controla o fluxo para a Serramar.

Na manhã do dia 16, um motorista que veio do Centro esperou ao menos dois minutos e 50 segundos para seguir pela RJ-142, estrada que liga Nova Friburgo a Casimiro de Abreu. Quem vinha no sentido contrário ficou parado dois minutos e 20 segundos no sinal até poder seguir para o Centro ou para o distrito de Mury. Em ambos os sentidos, o sinal ficou verde por cerca de 30 segundos.

Já o motorista que passou pelo trevo trafegando pela RJ-116, via com maior fluxo de veículos, ficou parado ao menos um minuto e 15 segundos nos três semáforos que controlam o trânsito nos acessos ao Centro, ao distrito de Mury e a RJ-142. O sinal verde liberou o fluxo nesses sentidos por 58 segundos.

Os cinco semáforos foram instalados no trevo em julho do ano passado. O longo tempo de espera dos motoristas no local causou congestionamento de mais de dois quilômetros na subida da Serramar no dia 1º de janeiro, quando motoristas voltavam das festas de ano-novo na Região dos Lagos. Motoristas levaram uma hora a mais para completar o percurso e passageiros reclamaram que enfrentaram ônibus lotados, sob sol forte, até chegar a Nova Friburgo.

 

LEIA MAIS

Acidente entre caminhão, carro e motos ocorreu em Theodoro

Veículo onde entorpecente foi encontrado tinha placa de Nova Friburgo

Nova unidade funcionará em antiga escola cedida pela Prefeitura de Casimiro de Abreu

Publicidade
Agora Faz
URL da notícia: