Fim de semana com Festival de Folias de Reis em Conselheiro

Mais de 20 grupos se apresentarão na Praça Lafayette Bravo. Evento acontece há meio século e este ano deve ser um dos maiores
quarta-feira, 16 de janeiro de 2019
por Jornal A Voz da Serra
Folia de Reis em Conselheiro (Arquivo AVS)
Folia de Reis em Conselheiro (Arquivo AVS)

O próximo fim de semana em Nova Friburgo será dedicado a uma das maiores festas da cultura popular brasileira. O distrito de Conselheiro Paulino receberá, mais uma vez, o Festival de Folia de Reis, no sábado, 19, a partir das 18h, e no domingo, 20, das 9h às 22h. Mais de 20 grupos se apresentarão junto ao presépio montado na Praça Lafayette Bravo.

O festival acontece anualmente há aproximadamente meio século e, neste ano, a expectativa é que seja um dos maiores, devido a participação de nove dos principais grupos oriundos de municípios vizinhos, como Cordeiro, Macuco, Duas Barras, Bom Jardim e Trajano de Moraes. A programação inclui ainda uma homenagem, no domingo, ao Mestre Horizonte, um dos principais incentivadores desta tradição popular, que faleceu no final do ano passado.

De acordo com o presidente da Associação dos Grupos de Folias de Reis, João Batista Bertolino Braga, “este será um evento de bastante ênfase na região e terá a participação das maiores folias de Nova Friburgo”. Além das apresentações das folias, haverá, na Praça Lafayette Bravo, barraquinhas de comidas e bebidas e um parque infantil.

Para o secretário municipal de Cultura de Nova Friburgo, Mário Jorge Bastos, Nova Friburgo é uma referência na região e no estado do Rio de Janeiro quando o tema é Folia de Reis. “Esse festival ajuda a manter essa festa de fé e tradição, que conta com o apoio da prefeitura”, disse o secretário, lembrando que esta edição do festival conta ainda com o apoio do Sesc, das secretarias de Turismo e Ordem e Mobilidade Urbana, além da Subprefeitura de Conselheiro Paulino e realização da Associação dos Grupos de Folias de Reis.

O que são as folias de reis

Folia de Reis, Reisado ou Festa de Santos Reis é uma manifestação católica, cultural e festiva, classificada como uma manifestação folclórica, comemorativa da festa religiosa da Epifania do Senhor ou Teofonia, caracterizada por celebrar a adoração dos reis magos a Jesus Cristo logo após o seu nascimento.

As folias costumam ocorrer entre o Natal e o Dia de Reis (6 de janeiro) e representam o "cortejo de pedintes, cantando versos religiosos ou humorísticos, como os autos sacros, com motivos sagrados da história de Jesus Cristo. O reisado pode ser representado apenas pela cantoria como também possuir enredo ou série de pequeninos atos encadeados.

Nestes festejos costumam existir elementos musicais com vários instrumentos, como acordeonsviolõesviolascavaquinhosreco-recocaixaspandeiros. Os participantes do reisado costumam visitar as casas de porta em porta com sua cantoria, lembrando a viagem dos Reis Magos para levar ao Menino Jesus seus presentes: ouro, incenso e mirra. 

A história das folias

A devoção aos chamados "Reis Magos", figuras lendárias e imaginárias, ocorria em toda a Europa durante a Idade Média, devido ao traslado em 1164 para a Catedral de Colônia, na atual Alemanha, dos supostos restos mortais dos três reis como despojos de guerra por Frederico Barba-Ruiva, para onde haviam sido levados a Milão como presente da rainha Helena de Constantinopla por volta do século IV ou V. Durante esse período registros iconográficos da visita dos Reis Magos foram sendo feitos em catacumbas, quadros, retábulos e sarcófagos fazendoe fizeram de Colônia um alvo de peregrinações religiosas, tais como ocorriam em outras regiões consideradas sagradas; neste contexto de romarias surgiram cantos populares chamados Noëls em França ou Villancicos, em Espanha.

Em Portugal sofreram esses cânticos a adição do teatro de Gil Vicente e, no Brasil, de José de Anchieta e Manuel da Nóbrega, servindo de base às manifestações existentes no país conhecidas como reisados, boi-de-reis, pastorinhas, boi-de-janeiro e folia de reis, com manifestações registradas sobretudo nos estados de São PauloMinas GeraisGoiásMato Grosso do Sul, com menor regularidade na BahiaRio de Janeiro (onde os grupos realizam folias até o dia 20 de janeiro, dia de São Sebastião, o padroeiro do estado), Mato GrossoMaranhão e Paraná, havendo registros de que ocorria até no Rio Grande do Sul.

Na cultura tradicional brasileira, os festejos de Natal eram comemorados por grupos que visitavam as casas, tocando músicas alegres em louvor aos "Santos Reis" e ao nascimento de Cristo; essas manifestações festivas estendiam-se até a data consagrada aos Três Reis Magos, 6 de janeiro. Trata-se de uma tradição vinda da Espanha que ganhou força especialmente no século 19 e que mantém-se viva em muitas regiões do país, sobretudo nas pequenas cidades dos estados de São PauloMinas Gerais, Sergipe, BahiaEspírito SantoParanáRio de JaneiroGoiás.

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: