Festa da Cerejeira promete muitas atrações neste fim de semana

Promovida pela colônia japonesa de Friburgo, Hanami é realizada tradicionalmente para contemplar a flor dos samurais
terça-feira, 16 de julho de 2019
por Fernando Moreira (fernando@avozdaserra.com.br)
Cerejeiras em flor na Terê-Fri (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)
Cerejeiras em flor na Terê-Fri (Arquivo AVS/ Henrique Pinheiro)

Será realizada neste sábado e domingo, 20 e 21, mais uma edição da tradicional Festa da Cerejeira (Hanami). O evento promete atrair muitos friburguenses e turistas ao sítio da família Matsuoka (foto abaixo), na localidade de Florândia da Serra, em Conquista, distrito de Campo do Coelho. Para participar os visitantes deverão adquirir convites a R$ 10, vendidos na hora.

Promovido pela Associação Cultural e Esportiva Nipo-Brasi de Nova Friburgo (colônia japonesa), o evento já traz no nome o principal objetivo do encontro: Hana = flor / Mi = ver, admirar. Ou seja, o Hanami nada mais é que uma oportunidade para contemplar a mais representativa flor do Japão, a cerejeira.

Entre as atrações previstas para os dois dias da festa, apresentações de dança como o Yosakoi Soran, o festival Bon-Odori, Taikô (tambores), coral da Igreja Maranata, deliciosas opções da gastronomia japonesa, como yakisoba, sushi, sashimi, tempurá, além do sorteio de pastéis, bebidas, hortaliças e flores.

“A expectativa é a melhor possível. Esperamos transmitir a cultura de reunir-se e dedicar-se neste dia à integração familiar. Assim como a floração é efêmera, esperamos que as pessoas também entendam a importância de se dedicar exclusivamente a um momento de reunião entre familiares e amigos. Cada momento é único”, destacou Peter Nagatsuka, membro da colônia japonesa e um dos organizadores do evento.

Informações importantes

As barracas da festa irão funcionar aceitando preferencialmente dinheiro. Também serão aceitos cartões de débito ou crédito, porém, em função da instabilidade do sinal de celular no local, o processo de autorização pode demorar mais do que o normal, o que pode gerar filas. Devido ao grande número de visitantes, provavelmente não haverá mesas e cadeiras suficientes para o conforto de todos. Assim, para melhor se acomodar durante a festa, a organização aconselha que cada um leve sua cadeira, mesa, banquinho, esteira, toalha, ou o que preferir para curtir o evento.

Também não há área destinada especificamente para estacionamento, porém, os veículos podem ser estacionados dentro da propriedade. Veículos grandes como pick-ups, vans e micro-ônibus podem ter dificuldades para trafegar, manobrar e estacionar. A empresa de ônibus Faol vai operar com reforço nas linhas que atendem a Conquista.

A organização do evento também não aconselha que os visitantes levem seus pets, já que no sítio há animais soltos. Mais informações pelo telefone (22) 99967-6327 (Peter Nagatsuka).

Sakura, a flor dos samurais

A flor de cerejeira é símbolo nacional no Japão, onde é chamada de sakura. Diz a lenda que uma princesa caiu do céu perto do Monte Fuji, transformando-se nessa flor.

A cerejeira floresce apenas uma vez por ano, quando há uma elevação de temperatura após uma onda de frio intenso. A floração costuma durar apenas duas semanas. Por isso é considerada, no Japão, a flor sagrada dos samurais, que através dela se lembram de como a vida pode ser efêmera.

No Brasil, os primeiros exemplares de cerejeira foram plantados no início do século XX, por iniciativa do povo japonês, que presenteou várias nações com as mudas, como prova de amizade. Por esse motivo, a cerejeira também simboliza fraternidade.

 

LEIA MAIS

Além de descontos em hotéis, proposta inclui promoções em pontos turísticos, restaurantes e bares para aquecer o setor na capital e no interior

Evento “Quatro Estações – edição primavera” será promovido em mais de 60 restaurantes, bares, hotéis e lojas

Desafio maior do setor é atrair turistas de segunda a quinta, já que nos fins de semana ocupação hoteleira na cidade supera 80%

Publicidade
TAGS: Clima | Turismo