Federação decide que servidores municipais param segunda

Estão previstas manifestação em frente à Prefeitura ao meio-dia e rodada de negociações às 14h
domingo, 03 de setembro de 2017
por Márcio Madeira
Foto de capa

A Federação dos Servidores Públicos Municipais no Estado do Rio  (Fesep) decidiu, em assembleia geral realizada na última terça-feira, 29 de agosto, pela paralisação dos servidores durante 24h, nesta segunda-feira, 4 de setembro. No mesmo dia está prevista uma manifestação ao meio-dia em frente à sede da Prefeitura, e às 14h está agendada nova rodada de negociações no Centro Administrativo Cesar Guinle, envolvendo comissão dos servidores, a Fesep e a comissão de representantes da administração pública, nomeada pelo prefeito.

De acordo com o servidor Ricardo Rocha, integrante da comissão de servidores, a pauta de reivindicações é basicamente a mesma desde que o esforço pelo diálogo entre as partes foi iniciado. “A paralisação foi determinada em resposta aos baixos salários, ao salário-base hoje estabelecido em R$ 807, e também à necessidade de melhores condições de trabalho, da valorização dos servidores, do término das perseguições e assédios nos locais de trabalho e do plano de cargos, carreira e salários (PCCS)”.

A federação e a comissão também aguardam a entrega do estudo do impacto econômico das medidas solicitadas, questionando de antemão eventuais entraves financeiros que possam ser apresentados, tendo em vista o que definem como “grande quantidade de nomeações e gratificações”.

LEIA MAIS

Já tradicional, paralisação não está prevista em calendário este ano, afirma sindicato

Pagamento é referente aos meses de maio, junho e julho. Universidade discute possibilidade de fim da greve

Professores não receberam pagamentos de maio, junho e 13º

Publicidade
Agora Faz
TAGS: Greve