Fato ou Fake: em defesa do jornalismo sério e responsável

Mais uma ferramenta é lançada para apurar a veracidade de informações que circulam nas redes sociais
terça-feira, 31 de julho de 2018
por Jornal A Voz da Serra
Fato ou Fake: em defesa do jornalismo sério e responsável

A VOZ DA SERRA recebeu com satisfação a notícia de que os jornalistas de todo o grupo Globo, em suas mais diversas redações, se uniram em torno do projeto Fato ou Fake, voltado a apurar a veracidade de informações circulando em redes sociais, incluindo aquelas atreladas a discursos de políticos.

A ferramenta é muito bem-vinda, e a promessa é de que não será interrompida após o período eleitoral, observa a coluna do Massimo

De fato, parece evidente que vivemos dias nos quais os avanços tecnológicos vieram rápido demais, e não foram acompanhados do devido amadurecimento ético por parte da sociedade como um todo.

De uma hora para a outra, a todos foi dada a chance de falar para centenas ou milhares, muitas das vezes através de perfis falsos, sem o menor senso de responsabilidade.

O que antes era um trote pelo telefone - e muitas vezes já causava estragos severos -, hoje tomou proporções muito maiores e mais sérias, com fortes indícios de já ter influenciado de maneira decisiva importantes consultas populares ao redor do mundo, ou de ter determinado o destino de governos, nas mais diversas esferas.

A coisa é muito, muito séria. Existe toda uma indústria financiando as notícias falsas atualmente, a maior parte das vezes com recursos de caixa 2.

É algo que há tempos já faz parte de estratégias de marketing, pagar a alguém para criar ou reforçar mitos e medos, desacreditar meios de comunicação confiáveis e gerar confusão. Como o ataque de artilharia que antecede invasões por terra.

Publicidade
TAGS: