Estrada do Girassol: um perigo a cada curva

Via que liga Jardim Califórnia à RJ-130 tem pistas estreitas e falta de capina, sinalização, acostamento e calçada
terça-feira, 16 de janeiro de 2018
por Guilherme Alt
Foto de capa
A estrada sinuosa e cheia de problemas (Fotos de Henrique Pinheiro)

A chamada Estrada do Girassol, como é conhecida grande parte da Rua Joaquim da Rosa Pinheiro, que liga o Jardim Califórnia, no distrito de Conselheiro Paulino à Rodovia RJ-130, na altura de Duas Pedras, é uma válvula de escape para os motoristas que querem fugir do trânsito pesado de Conselheiro Paulino. No entanto, ela oferece inúmeros perigos durante os seus 3,5 quilômetros de extensão.

A estrada é bem estreita e, por vezes, em determinadas curvas, os motoristas precisam invadir a pista contrária para fazer a curva com segurança. Por muitas vezes flagramos caminhões na estrada e em alguns trechos, o veículo trafegava no sentido contrário, principalmente nas curvas bem sinuosas presentes em todo o traçada da Estrada do Girassol.

A via carece de capina e o mato alto dificulta a visão dos motoristas. Enquanto nossa equipe percorria a estrada, fomos ultrapassados várias vezes, mesmo em trechos de faixa contínua indicando a proibição de ultrapassagens (que pode gerar multa de R$ 191,54, pois é considerada uma infração gravíssima, e rende a perda de sete pontos na carteira de habilitação). Conversando com usuários da estrada, eles contam que vez ou outra há um acidente, muitas das vezes, colisões frontais, por conta de ultrapassagens em locais de risco. Outro grande problema é a falta de acostamento e calçada ao longo da via. Flagramos pedestres e ciclistas andando praticamente no meio da pista e se colocando em grande risco.

Além disso, falta capina e abrigos para passageiros aguardarem pelos micro-ônibus da linha Centro-Jardim Marajói, a única que passa pela estrada. Os intervalos dessa linha são a cada uma hora e 20 minutos e tem gente que até senta na margem da pista para aguardar pelo coletivo. “Ano passado teve, além das batidas, uma pessoa morreu atropelada aqui. Essa estrada está cada vez mais perigosa. Os motoristas trafegam em alta velocidade e muitos não conseguem nem frear quando passam em um quebra-molas”, disse um comerciante local. A velocidade costuma ser ainda mais alta à noite.

Uma das poucas sinalizações que a via possui são placas de velocidade. Em alguns trechos, a velocidade máxima da pista é de 20km/h, mas nenhum carro trafega respeitando esse limite. A disputa entre pedestres, ciclistas e veículos por um lugar na pista estreita é constante. Alguns moradores informaram que o tráfego de caminhões na Estrada do Girassol deveria ser proibido, mas até o fechamento desta edição não recebemos informações das autoridades de trânsito sobre essa proibição, assim como demais questionamentos dos entrevistados.

 

Publicidade
TAGS: