Eleição para o Conselho Tutelar de Friburgo é neste domingo

Conheça os 34 candidatos. Locais de votação já estão disponíveis para consulta
terça-feira, 01 de outubro de 2019
por Alerrandre Barros (alerrandre@avozdaserra.com.br)
O Conselho Tutelar em Friburgo (Arquivo AVS)
O Conselho Tutelar em Friburgo (Arquivo AVS)

Terminou na última segunda-feira, 30, a campanha dos 34 candidatos ao Conselho Tutelar de Nova Friburgo. Eles puderam promover as suas candidaturas junto a eleitores por meio de debates, entrevistas e distribuição de material gráfico e divulgação na internet e carro de som. A eleição para preenchimento de dez vagas no órgão, que atua para a garantia dos direitos da criança e do adolescente, acontece neste domingo, 6. 

Disputam as vagas Kathiane Peixoto Santana, Nathalia Ferreira Gomes, Kevin Souza Thurler, Paula Combat Raphael, Marcos José Freire, Karolyne Verly Terrasson, Diego Asth da Silva, Raquel Borges Stelet, Ana Letícia Amorim de Souza, Adecir Martins Leal da Cruz, Lucas Angelo da Silva, Camila Amorim Mariano, Marcia Fernandes de Andrade da Silva, Filipe Francesco Lacerda Colonese, José Francisco da Silva Paiva, Fernanda da Motta Gomes, Mariana Souza de Oliveira, Fabio Rodrigues Azevedo, Fernanda Mendes Barboza, Cinthia Lopes Melhorance, Paulo Henrique da Rocha, Nathan Waldhelm da Silva, Kettellenn Machado da Silva Marciano, Leonardo Barbosa de Azevedo, Leila de Souza Gomes de Bragança, Josiene Aparecida de Mello, Claudia Luz Carvalho Ramos de Oliveira, Hyago Vogas Fintelman, Mábia Meyer, Clicia Ouverney da Veiga, Priscila Ferreira Martins, Lilian Romito Nascimento, Renato Gripp de Souza e Bianca Silveira Alves Ayres (acima, conforme a cédula de votação).

Locais de votação

Nesta terça-feira, 1º, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Nova Friburgo divulgou no Diário Oficial do município, em A VOZ DA SERRA, os locais de votação. São 25 postos espalhados por todas as regiões da cidade. O eleitor pode conferir aqui onde irá votar. Os endereços foram divididos conforme a zona eleitoral e a seção do título de eleitor.

A eleição acontece no próximo domingo, 6, das 9h às 17h. No dia, o eleitor deverá levar seu título de eleitor e outro documento com foto. O voto não é obrigatório. O resultado deve ser divulgado no mesmo dia. A eleição vai ocorrer sob fiscalização da Promotoria de Justiça da Infância e da Juventude do Ministério Público do estado em Nova Friburgo.

Quase cem inscritos

Ao todo, 97 candidatos se inscreveram para o Conselho Tutelar, mas 75 atenderam aos requisitos necessários e tiveram a inscrição deferida no processo seletivo. No dia 4 de agosto, eles fizeram uma prova, que abordou questões sobre a lei federal 8.069/1990, que trata do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), e uma redação dissertativa. Dos 75 candidatos, 34 foram aprovados e puderam iniciar a campanha eleitoral no dia 4 de setembro. 

A campanha foi realizada de forma individual, sem a possibilidade de constituição de chapas. Os candidatos puderam promover as suas candidaturas junto a eleitores, por meio de debates, entrevistas e distribuição de material gráfico e divulgação na internet e carro de som. Durante a campanha, foi proibida fixação de placas, faixas, cavaletes ou similares em locais públicos ou de uso comum.

Dez efetivos, 20 suplentes

Serão eleitos os 30 candidatos mais votados (dez efetivos e 20 suplentes). A posse deve ocorrer em 10 de janeiro de 2020. Os conselheiros tutelares receberão salários de R$ 1.852,44 e não serão funcionários do quadro da administração municipal. Têm jornada de 30 horas semanais, devendo estar disponíveis para atendimento de solicitações fora do horário normal de expediente, aos sábados, domingos e feriados, em plantões escalonados. O conselheiro tutelar atua para a garantia dos direitos da criança e do adolescente.

 

Publicidade

Apoie o jornalismo de qualidade

Há 74 anos A VOZ DA SERRA se dedica a buscar e entregar a seus leitores informações atualizadas e confiáveis, ajudando a escrever, dia após dia, a história de Nova Friburgo e região. Por sua alta credibilidade, incansável modernização e independência editorial, A VOZ DA SERRA consagrou-se como incontestável fonte de consulta para historiadores e pesquisadores do cotidiano de nossa cidade, tornando-se referência de jornalismo no interior fluminense, um dos veículos mais respeitados da Região Serrana e líder de mercado.

Assinando A VOZ DA SERRA, você não apenas tem acesso a conteúdo de qualidade, mantendo-se bem informado através de nossas páginas, site e mídias sociais, como ajuda a construir e dar continuidade a essa história.

Assine A Voz da Serra

TAGS: