Dupla vitória: desta vez torcedores respeitaram os canteiros do Suspiro

Cerca de cinco mil pessoas se reuniram para assistir ao jogo contra o México no telão
segunda-feira, 02 de julho de 2018
por Paula Valviesse (paula@avozdaserra.com.br)
Foto de capa
Os canteiros refeitos, gradeados e preservados (Fotos: Henrique Pinheiro)

Com o avanço do Brasil na Copa do Mundo 2018, cada vez mais pessoas têm se reunido para assistir às partidas da nossa seleção no telão instalado na Praça do Suspiro. Nesta segunda-feira, 2, cerca de cinco mil pessoas marcaram presença no ponto turístico. E a festa com a vitória do Brasil sobre o México por 2 a 0 foi no melhor estilo friburguense: com muitos gritos, apitos, vuvuzelas e respeito pelo espaço.

O Sesc Nova Friburgo, responsável pelo evento, realizado em parceria com a prefeitura, reposicionou o telão e mudou de lugar os food trucks para abrir espaço. E para evitar danos como os que aconteceram no último jogo, os canteiros estavam cercados por gradis. O jardim, que foi revitalizado e ganhou novo gramado e pedras decorativas, contou com o respeito da torcida. Muitos torcedores vigiaram o espaço para que ninguém pisasse novamente nas flores.

Com o palco em frente a entrada do Tiro de Guerra, as pessoas ocuparam a praça e o trecho da rua em frente a capela de Santo Antônio. Muitos levaram cangas, quem chegou cedo pode se posicionar no tapete em frente ao telão ou nas quase 900 cadeiras colocadas para o evento, mas na empolgação do momento, teve ainda quem sentasse no chão, tudo para acompanhar mais de perto.

Mas, para desespero da torcida, o México começou o jogo apertando a seleção brasileira. Entretanto o avanço do time adversário foi logo contigo e o Brasil mostrou que o time está afinado, mantendo a posse de bola e arriscando vários chutes. Apesar dos esforços brasileiros, o primeiro tempo foi marcado pelo paredão Ochoa.

Para alegria da torcedora Cecília Silva Vieira, de 97 anos, o Brasil tomou gosto pela partida pouco depois da metade do primeiro tempo e levou bem o jogo, com ataques mais intensos e bons passes. Ela, que veio de Laranjais, em Itaocara, para ver o jogo com a família já garantiu a vitória antes mesmo de virem os resultados: “Minha família gosta muito de futebol e para esse jogo tive a oportunidade de vir para cá assistir com meu neto, Marconi, sua esposa Thais e meus bisnetos Maria Cláudia e Henrique, e tenho certeza de que nessa Copa o Brasil vai dar certo, vamos ganhar”, disse.

E a seleção voltou à campo para o segundo tempo com pique de jogo, fazendo jogadas de velocidade e com mais iniciativa por parte dos jogadores, com destaque para o meio de campo William, que partiu para cima dos adversários, proporcionou boas aberturas e garantiu a vantagem.

O grito de gol veio logo aos cinco minutos do segundo tempo, com uma linda finalização do atacante Neymar, após o passe certeiro de William. O camisa 10 comemorou de lá e a torcida friburguense foi ao delírio. E apesar da dianteira, a atenção não diminuiu, de todos os lados o que se ouvia era o pedido de mais um. E a seleção ouviu o clamor, mesmo controlando a posse de bola a fim de manter o resultado, não deixou espaço para os mexicanos e investiu em cada oportunidade que teve. Por várias vezes os torcedores levaram as mãos à cabeça, como nas chances de gol de Paulinho e William.

Mas foi Firmino, que substituiu Phillippe Coutinho aos 40 minutos, o responsável pelo segundo gol do Brasil. Ele já entrou em campo mostrando a que veio e na jogada envolvendo o volante Fernandinho e Neymar, aproveitou o desvio da bola pelo goleiro Ochoa e marcou. O México até tentou se recuperar, mas dessa vez encontrou dois paredões: Alisson e Thiago Silva, cortando todas as bolas.

Com o fim da partida, a atenção da maioria se voltou para o próximo jogo, mas os confiantes torcedores Felipe Ouverney e Matheus Fontão foram além: “Já estamos pensando no hepta, porque o hexa já é realidade”, sustentou. E com a data da próxima partida definida para esta sexta-feira, 6, às 15h, o Sesc informou que irá iniciar as atividades às 10h, transmitir o jogo do Brasil e embalar a festa com uma apresentação musical após a partida: “A mudança no telão permitiu uma melhor acomodação da torcida. Tivemos um evento excelente, especialmente no quesito segurança e também respeito com o espaço. Para o próximo jogo esperamos um público ainda maior e já estamos planejando um show para quando acabar a partida”, afirma o gerente do Sesc Alexandre Couto.

LEIA MAIS

Chances de brigar pelo acesso, que já eram remotas antes da partida, ficaram ainda menores

Jogo de volta, dia 22, definirá quem avança às quartas de final da Copa Rio

Tricolor da Serra encara o Bangu, e o primeiro jogo acontece nesta quarta no Eduardo Guinle

Publicidade
TAGS: Copa | futebol